Polícia

Irmãos de 6, 10 e 12 anos abandonados pelo pai são resgatados e relatam rotina de violência em casa em MT

Publicados

em

Três irmãos de 6,10 e 12 anos foram resgatados em Sinop, a 503 km de Cuiabá, na terça-feira (10), depois de serem abandonados pelo pai.

Segundo o Conselho Tutelar, o resgate foi feito após denúncias anônimas de abandono de incapazes.

O caso foi registrado na Rua Projetada 5, no Bairro Vila América.

À polícia, uma das crianças relatou que ela e os irmãos sofriam violência física do pai.

Os irmãos estão sob os cuidados do Conselho Tutelar, que ainda estuda entregar as crianças para a mãe, que não morava no local.

Até a publicação desta reportagem, o pai das crianças não havia sido encontrado.

G1 MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Operação combate pornografia infantil no Brasil e em mais quatro países

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Polícia

Polícia pode pedir apoio de cães farejadores para achar jovem desaparecido no Nortão

Publicados

em

Foto: Divulgação

Foram interrompidas as buscas aos corpo de Josivan Maicon. Morador de Carlinda, ele estava em Alta Floresta quando desapareceu no dia 8 e seguindo informações obtidas pela própria família e a Divisão de Homicídios, a Polícia Civil durante todo o dia de sexta-feira tentou encontrar com ajuda de militares do Corpo de Bombeiros, o local onde foi passada a informação que teriam matado e deixado o rapaz. Mas sem êxito.

O delegado Vinícius Nazário, que apura o caso, disse que a Polícia Civil contou com apoio de militares especialistas em buscas de pessoas desparecidas e que a Divisão de Homicídio ainda fez uma verdadeira varredura em uma região de mata na vicinal Céu Azul onde havia informação de que o corpo estaria. “Mas não foi encontrado qualquer vestígio em todos os supostos lugares que foi falado ou ventilado que estaria o corpo”, contou o delegado salientando que poderá ser usado o trabalho de cães farejadores para seguir novas buscas.

Só que o delegado de Alta Floresta, ao informar que novas testemunhas serão ouvidas, comentou trabalhar em outras linhas de investigações, até mesmo com possibilidade do jovem não ter sido morto, considerando até o momento não haver evidência oficial de que ele foi assassinado.

Leia Também:  Autores de homicídio de policial militar têm prisão preventiva cumprida

 

 

Fonte: Nativa News
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA