GERAL

Novas doses de vacina contra Covid-19 devem ser distribuídas aos municípios a partir de 2ª em MT, diz SES

As unidades desta nova remessa serão utilizadas somente como segunda aplicação. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias.

Publicados

em

Doses da vacina CoronaVac em estoque — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

A nova remessa com mais de 32 mil doses de vacinas contra o coronavírus (Covid-19), que Mato Grosso recebeu entre quarta (24) e quinta-feira (25), deverá ser encaminhada aos municípios a partir de segunda-feira (1º).

A informação é da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT).

O tempo é necessário para que as equipes da Vigilância Estadual trabalharem no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

A nova remessa da vacina CoronaVac chegará em Mato Grosso às 10h desta quinta-feira no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por um voo da Azul.

De acordo com o Ministério da Saúde, a previsão é de que cheguem 11,8 mil doses para a imunização dos grupos da primeira fase da Campanha de Vacinação contra a Covid-19.

As unidades desta nova remessa serão utilizadas somente como segunda aplicação. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias, de acordo com a SES-MT.

Leia Também:  MT está com UTIs lotadas há uma semana e fila de espera por vaga tem mais de 100 pacientes

Na manhã desta quarta-feira, o estado também recebeu 21 mil doses da vacina AstraZeneca. Até o momento, já foram recebidas 212.760 mil doses de imunizantes contra a Covid-19 em Mato Grosso.

Campanha

O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, afirmou que as doses que o estado recebeu até agora são insuficientes para atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

O plano inicial estima vacinar 25% da população de Mato Grosso até o fim da campanha. O número total de vacinados até agora no estado representa pouco mais de 2% da população mato-grossense, que é de 3,5 milhões de pessoas.

Segundo Gilberto, o estado tem 800 salas de imunização. O governo está fazendo uma análise para verificar se outros estados estão recebendo proporções maiores de doses em comparação com Mato Grosso.

Casos de Covid-19

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (24), 246.469 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.716 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Leia Também:  Operação da PM de Alto Paraguai e Denise apreende armas e prende dois suspeitos

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (52.822), Rondonópolis (18.741), Várzea Grande (15.622), Sinop (12.667), Sorriso (10.225), Tangará da Serra (9.903), Lucas do Rio Verde (9.256), Primavera do Leste (7.290), Cáceres (5.485) e Nova Mutum (5.037).

Fonte: G1 MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Preço da gasolina cai pela segunda vez neste ano após 9 altas consecutivas em MT

Publicados

em

Preços do combustível cai pela segunda vez neste ano — Foto: Gcom-MT

A Petrobras anunciou uma nova redução no valor cobrado pelo litro da gasolina nas refinarias. Esta é a segunda redução do ano após sucessivos reajustes. A redução é de 3,71%.

O preço médio de venda da gasolina passará a ser de R$ 2,59 por litro, queda de R$ 0,11. O preço do diesel passa a ser de R$ 2,75, queda de R$ 0,11 (-3,85%).

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do litro da gasolina é comercializado em Cuiabá por R$ 5,65. Com a redução, deve voltar para a casa dos R$ 5,50.

Essa redução já está sendo aplicada nas refinarias e deve chegar para o consumidor até o final de semana.

Mesmo com essa segunda baixa, ao longo do ano, a alta do preço da gasolina continua sendo superior a 40%.

Fonte: G1 MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Operação da PM de Alto Paraguai e Denise apreende armas e prende dois suspeitos
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA