Cidades

Setasc é ponto de coleta de tampinhas de plástico para ajudar animais abandonados

Publicados

em

Setasc é ponto de coleta do projeto Tampatinhas. – Foto por: João Reis/ Setasc-MT

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) é um ponto de coleta do projeto que visa retirar plásticos recicláveis do meio ambiente e ajudar animais de rua, o Tampatinhas. Servidores, contribuintes e a sociedade em geral poderão contribuir, juntando e doando tampinhas plásticas.

Através da coleta e venda desses materiais recicláveis é possível custear castrações em animais de rua abandonados e que são vítimas de maus tratos. Podem ser doadas desde tampinhas de garrafas pet, passando por tampas de produtos de limpeza, de xampu, de creme dental, de hidratantes, de óleo de cozinha, de requeijão, de margarina, de sucos, de maionese, de molhos prontos e de condicionador de cabelo, por exemplo. A única orientação é de que antes do descarte nos pontos de coleta, as tampinhas sejam lavadas para evitar a proliferação de odores e bactérias.

A iniciativa, criada há dois meses, já conta com 50 unidades coletoras espalhadas por diversos pontos em Cuiabá e Várzea Grande. Além da Setasc, os pontos de coleta são: Escola Estadual Pascoal Moreira Cabral (Jardim Imperial), nos condomínios: Rio Manso, Rio Claro, Rio Cachoeirinha e Belvedere. Sede do Detran, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Café Havana – Shopping Pantanal, Papelaria Universitária, CETEPS, Petshop Mundo Animal – Shopping Estação, Petshop Agropev Cuiabá e VG, Clínica Bellus e Hotel Novo Lar, dentre outros.

Leia Também:  Previsão indica chuva durante toda a semana em várias cidades de MT

A idealizadora do projeto, Kelly Rondon, explica que o Tampatinhas tem preocupação com a causa animal e ambiental. “Estamos preocupados com o descontrole populacional causado pelo abandono dos animais que não recebem cuidados adequados. Uma das principais alternativas para driblar essa situação, é a castração desses animais. Além disso, os números de animais de rua vítimas de maus tratos são alarmantes”, pontuou.

Segundo ela, para castrar um gato são necessários 200 quilos de tampinhas para atingir o valor de uma castração. Já para um cachorro, são 400 quilos.

“O projeto ainda visa retirar do meio ambiente quilos e mais quilos de materiais que podem ser reciclados, que se acumulam com facilidade nos leitos e margens de rio, córregos e nascentes e gerar renda”.

Ludmylla Bianchini, que atua no Assessoria Jurídica da Setasc e uma das  voluntárias do grupo Tampatinhas, ressaltou a importância de fazer o bem aos animais que vivem nas ruas. “O nosso objetivo é utilizar o dinheiro arrecadado com a venda das tampinhas para castrar os animais. Todo material que pode ser reciclado gera um valor e toda renda gerada será destinada aos animais de rua para castração”, salientou.

Leia Também:  Quinteto Cerrado - Cordas e Clarineta realiza concerto online nesta terça-feira

Dados

Dados levantados pelo Instituto Pet Brasil (IPB), em 2019, mostram que há mais de 54 milhões de cachorros e 24 milhões de gatos abandonados.

Informações

Entre em contato com projeto Tampatinhas através do contato (65) 98116 – 9510 ou acesse o endereço eletrônico pelo aplicativo Instagram: @tampatinhascuiaba .

 

 

GOV DE MT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Cidades

Doses das vacinas já estão disponíveis para retirada por Cuiabá e VG; Estado concluiu envio de remessas para o interior

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) já disponibilizou, na manhã deste sábado (17.04), as doses da última remessa de vacinas contra a Covid-19 para os municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Os quantitativos foram definidos pela Resolução nº 27 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), publicada na sexta-feira (16.04). 

Neste sábado, também foi iniciada e concluída a logística de distribuição aérea das vacinas para os 14 Escritórios Regionais de Saúde de Mato Grosso, de onde os municípios poderão agendar a retirada.

Até o momento, Cuiabá e Várzea Grande não agendaram a retirada das 17.670 e 6.350 doses, respectivamente, destinadas exclusivamente para estes municípios.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Relator promove mudanças na proposta do governo para a Lei de Diretrizes Orçamentárias
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA