Cidades

Faustão é acusado de chamar Bolsonaro de “idiota”

Publicados

em

Foi uma indireta a Jair Bolsonaro?

O programa foi gravado em novembro – ou seja, quando já se sabia o resultado das eleições.

Era óbvio que ao ir para o ar, no domingo, a associação com Bolsonaro seria imediata.

Foi descuido ou um recado da Rede Globo, atacada pelo presidente e seus filhos?

Fausto Silva bombou nas redes sociais neste domingo.

Sem citar nomes, ele afirmou que “imbecil que ‘tá’ lá e não devia ‘tá’, pode ser até honesto, mas é um idiota que ‘tá’ ferrando todo mundo”.

“O que acontece: o brasileiro, na hora do Carnaval, na hora da Seleção, é um povo que tem união, solidariedade e uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, por saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência, que é uma forma de corrupção? questionou Faustão.

Disse ainda: “O imbecil que “tá” lá e não devia “tá”, pode ser até honesto, mas é um idiota que “tá” ferrando todo mundo. Você paga imposto, e o que recebe? Vamos ver se estes novos ares vão mudar. Vamos ver. Tem de rezar para dar certo, não adianta rezar para dar errado — emendou.

Leia Também:  Nininho faz a última homenagem ao desportista Aloísio Ângelo Garcia

Logo depois do ataque, o assunto ficou entre os tópicos mais comentados no Twitter no Brasil.

Bolsonaro tem feito seguidos ataques aos meios de comunicação.

veja o vídeo:

Ataque de Faustão ao “idiota” foi visto como indireta a Bolsonaro

 

 

 

Fonte: ReporteMT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Cidades

Segunda-feira (24): Mato Grosso registra 601.453 casos e 14.205 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (24.01), 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.205 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Dos 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 25.649 estão em isolamento domiciliar e 560.639 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,8% para UTIs adulto e em 42% para enfermaria adulta.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (117.124), Várzea Grande (44.652), Rondonópolis (39.573), Sinop (28.292), Tangará da Serra (19.623), Sorriso (18.797), Lucas do Rio Verde (17.288), Primavera do Leste (16.600), Cáceres (13.552) e Alta Floresta (12.083).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Nininho faz a última homenagem ao desportista Aloísio Ângelo Garcia

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Leia Também:  Jovem leva descarga elétrica em bebedouro de escola no interior

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA