Polícia

Polícia Militar age rápido e impede roubo em andamento entre Diamantino e Alto Paraguai

Publicados

em

Minutos após ser acionada pelo Núcleo da Polícia Militar de Alto Paraguai por volta das 12:50 horas na tarde desta quinta-feira, 11, a Polícia Militar de Diamantino logrou êxito em prender dois suspeitos, são eles, Luanderson Ferreira dos Santos de 25 anos e o menor C.A.L.S de 15 anos.

De acordo com as informações da Polícia Militar, os suspeitos invadiram o sítio de um senhor, que estava na residência quando foi surpreendido pelos suspeitos. Eles pediram dinheiro e chave de um veículo strada, ano 2016. Após conseguir o que queriam, amarraram o senhor, trancado-o dentro de sua casa e fugiram, a vítima conseguiu fugir e foi até o sítio de um vizinho para relatar o acontecido.

Com as informações recebidas a equipe da PM de imediato iniciou a diligência e conseguiu lograr êxito na entrada do assentamento Róla e no caminho a equipe se deparou com o veículo produto do roubo.

Na abordagem a PM fez apreensão do veículo, os suspeitos negaram o crime, e logo após disseram que lhes foram oferecido um valor de dois mil reais para conduzir o veículo até a capital Cuiabá por dois homens, citando o nome de Murilo e Danilo.

Leia Também:  Polícia cumpre 31 mandados contra 'piratas da soja' que roubavam cargas em MT

Que estes seriam moradores de Alto Paraguai, porém os suspeitos não foram identificados pela vítima como autores do roubo.

Diante dos fatos os dois suspeitos foram encaminhados a delegacia de Polícia Civil de Diamantino, junto com o veículo strada e mais uma quantidade de R$ 2.160,00 que foram roubados da vítima.
A Polícia Judiciária Civil irá investigar o crime.

Com informações da PM MT e Jhonatan Both

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Traficante é preso em flagrante pela Polícia Civil com celulares furtados e drogas

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio de sua Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, prendeu em flagrante nesta segunda-feira (23.05) um traficante de 23 anos que atuava no Residencial Magnólia. A mãe dele também foi detida por injúria, desacato e ameaça contra a equipe policial.

Após denúncia de que o suspeito havia recebido uma remessa de drogas, os investigadores iniciaram o monitoramento da residência e notaram que no imóvel havia vários aparelhos celulares com suspeita de serem produtos de roubo/furto.

Durante a busca domiciliar foram encontradas várias porções de maconha, apetrechos usados para embalar e pesar drogas, além de várias carcaças e aparelhos celulares. Os indícios apontam que o suspeito receptava os produtos, os desmontava e remontava com peças de diversos aparelhos com o fim de dificultar a localização dos celulares.

No momento da prisão, a mãe do suspeito, de 40 anos, desferiu injúrias raciais contra um dos investigadores e foi presa em flagrante pelos crimes de injúria racial, desacato e ameaça.

Já o filho foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e receptação.

Leia Também:  Associação Comercial de Colíder lança em setembro pesquisa online para o evento Destaque Empresarial 2021
Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA