DIAMANTINO

GERAL

Adolescente tem 58% do corpo queimado após explosão em churrasqueira e morre em MT

Publicados

em

Um adolescente morreu depois de sofrer queimaduras no corpo após a explosão em uma churrasqueira em Campo Novo do Parecis, a 397 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, Waliton Henrique Gonçalves Dourado, de 15 anos, morreu internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Cuiabá.

A morte foi confirmada no domingo (6). Ele teve 58% do corpo atingido com queimaduras de 2ª e 3º graus após a explosão.

Segundo testemunhas, o adolescente manuseava uma churrasqueira em casa e foi jogar álcool com o fogo já aceso. A explosão atingiu os braços e parte do corpo do adolescente.

Waliton deu entrada na unidade de saúde no dia 20 de novembro, data do acidente, transferido de Campo Novo do Parecis.

De acordo com os médicos, ele teve insuficiência renal aguda, choque hipovolêmico e não resistiu aos ferimentos.

A equipe da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi chamada para liberar o corpo do garoto do hospital.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Banco JPMorgan afirma que Apple deveria comprar Netflix
Propaganda

GERAL

Candidato chega ao local de prova do Enem mais de 2 horas antes da abertura dos portões em Teresina – Piauí

egundo Francisco Felipe dos Santos, de 28 anos, esta é a terceira vez que ele tenta o Enem.

Publicados

em

Francisco Felipe chegou ao local de prova 2 horas antes — Foto: Naftaly Nascimento/G1

Francisco Felipe Silva Santos, 28 anos, chegou ao local de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mais de duas horas antes da abertura dos portões, às 9h deste domingo (17). Segundo ele, que quer cursar jornalismo, ele quis garantir que não se atrasaria.

O jovem, que mora na Vila Irmã Dulce, no extremo Sul da capital piauiense, disse que saiu de casa às 8h30 da manhã e foi de ônibus até o local. “Quis chegar cedo para garantir o horário”, disse.

Segundo ele, a preparação para a prova durante a pandemia foi complicada principalmente porque ele não teve como pagar um cursinho e a alternativa foi assistir a vídeo-aulas pela internet. Ele disse que também acompanhou as dicas do Ingresso Universitário.

“Como a empresa em que eu trabalhava faliu na pandemia, eu resolvi me dedicar aos estudos esse ano. Tinha me afastado para trabalhar, me sustentar, mas decidi que queria estudar. Para quem tem uma condição de vida complicada, a oportunidade é estudar e conseguir uma boa profissão”, disse ele.

Leia Também:  Ex-candidata ao Senado, primeira pastora evangélica ordenada de MT morre vítima de Covid-19

Segundo o jovem, esta é a terceira vez que ele tenta o Enem.

Fonte: G1

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA