Cidades

Governo de Mato Grosso nomeia 160 policiais penais, 26 delegados e 14 auditores

As nomeações dos agentes penitenciários referem-se ao concurso público realizado pela extinta Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), relativo ao edital nº 01 do dia 25 de novembro de 2016

Publicados

em

Jardim Interno Palácio Paiaguas – Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

O governador Mauro Mendes anunciou nesta segunda-feira (16.11) a nomeação de 160 agentes penitenciários, 26 delegados e 14 auditores do Estado para reforçar o quadro de servidores da administração pública estadual. As nomeações dos agentes penitenciários referem-se ao concurso público realizado pela extinta Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), relativo ao edital nº 01 do dia 25 de novembro de 2016.

Já o concurso para formação de cadastro de reserva para o cargo de Delegado de Polícia Substituto foi publicado em 2017 e o concurso da Controladoria Geral do Estado teve seu edital divulgado em 2014. Ao todo serão nomeados 160 agentes para o interior, mas alguns municípios não possuem candidatos classificados, por isso, a princípio foram nomeados 112 pessoas. Em seguida será feita uma convocação para esses polos, e após o aceite dos candidatos, será publicado um novo ato de nomeação, complementando o total.

Ao anunciar as nomeações, o governador Mauro Mendes deu as boas-vindas ao novos servidores públicos. “Esses policiais penais terão papel importante para a gestão das nossas unidades prisionais, principalmente no interior do Estado, assim como os novos delegados que vão repor a necessidade em muitas delegacias que precisam desses profissionais. De igual maneira os novos auditores que atuarão na Controladoria para aprimorar os investimentos feitos com o dinheiro público. Que todos sejam muito bem-vindos”.

Leia Também:  Cadáver com cabeça decepada é encontrado às margens de rio em Rondonópolis

Conforme o secretário de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, essas nomeações só foram possíveis devido ao árduo trabalho de toda gestão estadual em busca do reequilíbrio das contas públicas.

“Essas nomeações fazem parte dos compromissos da atual gestão desde o início e só foi possível neste momento devido às atuais condições fiscais e financeiras do Estado. Esses novos servidores farão muita diferença em toda a administração pública”.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, essas nomeações utilizam sempre o caráter técnico, de acordo com as necessidades do Estado. “Essas nomeações dos candidatos aprovados no concurso do Sistema Penitenciário vêm agregar aos servidores já existentes no sistema. É mais um avanço, além das obras e reformas nas unidades penais. Cada vez mais o Estado avança na Segurança Pública”.

O deputado estadual João Batista agradeceu o empenho do governador nessas nomeações, principalmente da Segurança Pública. “Os municípios que serão contemplados com esses profissionais são aqueles que realmente têm grande necessidade. Agradeço ao governador por essas nomeações”.

Leia Também:  CONFIRA O BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DIAMANTINO (21/09/2021)

Os candidatos nomeados têm 30 dias para tomar posse. A relação dos documentos e exames necessários para a posse estão disponíveis aqui e as declarações a serem preenchidas aqui.

Após a realização de todos os exames que constam na Instrução Normativa, os candidatos devem agendar a perícia médica, com antecedência, para a emissão do certificado de sanidade e capacidade física, além de marcar também a posse. Os agendamentos devem ser feitos pelo telefone 0800 647 3633.

 

 

 

Fonte: Governo de MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Governo de MT já pactuou 89% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (30.11), 6.318.957 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 5.630.840 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 89% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (5.598.859), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (36.583) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.
 
Das 5.630.840 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 4.559.701 (81%), sendo 2.484.802 como primeira dose ou dose única e 1.835.662 como segunda dose. O percentual da semana retrasada era de 81,6%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Nova Brasilândia (99,2%), Campos de Júlio (97%), Diamantino (97%), São José do Povo (96,8%), Primavera do Leste (96,7%), Lucas do Rio Verde (96,4%), Glória D’Oeste (96,3%), Ipiranga do Norte (96,2%), Nortelândia (96,1%) e Guiratinga (96%).

Leia Também:  Confira as vagas de empregos atualizadas do Sine Colíder

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 632 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais. A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Leia Também:  Mato Grosso inaugura ampliação de sua primeira usina de etanol de milho; unidade vai produzir 120 mil litros por dia

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA