Esportes

Santos FC sufoca o Coritiba, marca três gols em 20 minutos e garante a classificação na Copa do Brasil

Publicados

em

O Santos FC pressionou o Coritiba desde os minutos inicias do jogo, deixando seu adversário acuado em toda a partida. E no início do segundo tempo, a pressão funcionou, e em 20 minutos, o time santista liquidou o jogo. Marcos Leonardo abriu o placar, Madson fez o segundo e Rodrigo Fernández garantiu a classificação para as oitavas da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira (12), na Vila Belmiro.

No jogo de ida, o Peixe havia perdido por 1 a 0, portanto, na soma dos resultados, o confronto terminou em 3 a 1 para o time santista.

Diante da sua torcida, o Alvinegro teve uma atuação impecável, e não deu nenhuma chance para o seu adversário pensar em sair com a classificação. Destaque para a grande partida realizada pela dupla de zaga, Eduardo Bauermann e Velázquez, que não deixaram o ataque do Coritiba furar a marcação. O meio campo liderado por Rodrigo Fernández e Zanocelo estava em perfeita sintonia com os laterais e o ataque, e o resultado foi mais uma grande vitória do Santos.

Com o triunfo, o Alvinegro aguarda o sorteio para conhecer o seu próximo adversário no certame nacional.

O próximo jogo do Santos FC será pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (15), às 19h00, diante do Goiás no Estádio Hailé Pinheiro.

O jogo
O início do Santos foi sufocante, principalmente com bolas alçadas para a grande área.

O primeiro chute que ocasionou mais perigo ao goleiro do Coritiba, ocorreu aos 9 minutos. Léo Baptistão recebe na entrada da área e bate firme, mas o arqueiro realiza a defesa.

Três minutos depois, Lucas Pires coloca na área, Velázquez sobe mais que os defensores adversários mas cabeceia por cima do gol.

Leia Também:  Nate Diaz entra em discussão de Khabib e Conor, e provoca russo: "Dei uma porrada na sua cabeça"

Pelo lado direito do ataque, aos 21 minutos, Marcos Leonardo recebe na área e balança a rede, mas o árbitro invalida o gol do Menino da Viola.

Aos 23 minutos, em novo levantamento na área, Léo Bapitstão sobe entre a marcação e cabeceia com perigo, e a bola sai pelo lado esquerdo do goleiro.

No ataque seguinte, Jhojan Julio sobre falta na entrada da área, e Zanocelo vai para a cobrança. O camisa 25 coloca por cima da barreira ,e a bola passa raspando o travessão.

Já aos 42 minutos, em boa trama entre Lucas Pires e Jhojan Julio pelo lado esquerdo, o lateral santista invade a área e bate na rede pelo lado de fora.

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos voltou para a segunda etapa da mesma forma que terminou a primeira, e aos 4 minutos, a pressão fez efeito. Lucas Pires coloca na área, Velázquez arremata pro gol e a bola explode em cima do zagueiro. Na sobra, Marcos Leonardo aproveita e abre o placar na Vila Belmiro. Gol número 20 do Menino da Vila goleador.

E o time santista pressionou ainda mais após o gol marcado, visando se classificar durante os 90 minutos. E aos 11, Vinícius Zanocelo carrega a bola com categoria pelo meio de campo, e entrega para Lucas Pires pelo lado esquerdo. Com grande inteligência, o lateral limpa a jogada e coloca na medida para Madson cabecear e estufar a rede adversário. Grande jogada do ataque santista, e um lindo gol na Vila Belmiro.

Leia Também:  Santos supera campanha de 2018 com 12 rodadas de antecedência
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com os dois gols de vantagem, a torcida cantou ainda mais alto, e os jogadores seguiram no embalo dentro do gramado. E quatro minutos após marcar o segundo, o Alvinegro marcou o terceiro. Rodrigo Fernández recebe na entrada da área, ajeita, limpa o defensor e acerta um lindo chute no ângulo. Primeiro gol do volante uruguaio com a camisa santista.

No restante do jogo, o time santista cadenciou a bola, e na arquibancada, a torcida fazendo uma grande festa, com mais um grande triunfo do Santos FC na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
Santos FC 3 x 0 Coritiba FBC
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Data: quarta-feira, 12 de maio de 2022
Horário: 21h30
Público pagante: 13.692
Renda: 339.262,50
Árbitro: Savio Pereira Sampaio
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Alessandro Alvaro Rocha de Matos
Cartões Amarelos: Rodrigo Fernández (SFC); Muralha, Régis e Guilherme Biro (CFBC)
Gols: Marcos Leonardo aos 4min, Madson aos 15min e Rodrigo Fernández aos 19min do segundo tempo.
Santos FC: João Paulo; Madson, Eduardo Bauermann, Velázquez e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Felipe Jonatan), Vinícius Zanocelo (Camacho) e Ricardo Goulart (Angulo); Jhojan Julio (Sandry), Léo Baptistão (Rwan) e Marcos Leonardo.Técnico: Lucas Ochandorena (auxiliar técnico)
Coritiba: Alex Muralha; Guillermo (Adrián Martínez), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey (Pablo Garcia) Robinho (Régis) e Matheus Alexandre; Alef Manga (Warley) e Clayton (Léo Gamalho). Técnico: Gustavo Morínigo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Procuradoria do STJD denuncia Cruzeiro e Grêmio por cantos homofóbicos

Publicados

em

Cruzeiro e Grêmio foram denunciados nesta segunda-feira (23),  pela Procuradoria de Justiça Desportiva, por cantos discriminatórios entoados por torcedores no último dia 8, na vitória do time mineiro por 1 a 0, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, realizada no Estádio Independência, em Belo Horizonte. A Raposa também foi denunciada por não prevenir e reprimir o arremesso de objetos no campo. A sessão de julgamento será às 13h (horário de Brasília) da próxima segunda-feira (30), com transmissão ao vivo no site do STDJ.

Quem mais pode se prejudicar com a denúncia é o Cruzeiro. Entre as penas previstas no Código Brasileiro de Justiça Desportivo (CBJD) – parágrafo 1º do artigo 243-G – o time vitorioso pode perder os três pontos previstos no regulamento da competição se comprovada a infração cometida “simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva”.

Em nota, a Procuradoria afirmou que recebeu notícias de infração (NI) denunciando cantos homofóbicos entoados tanto por torcedores do Cruzeiro (Arerê, Gaúcho dá o c* e fala tchê), quanto por tricolores (Maria joga vôlei). 

Leia Também:  Treinador do Maringá quer surpreender Coritiba na final paranaense

O artigo 243-G do CBJD trata da prática de ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência. A pena varia de suspensão de cinco a dez partidas – se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica – a  suspensão pelo prazo de 120 a 360 dias,  por qualquer outra pessoa. Além disso, o clube pode receber multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Já os torcedores infratores que forem identificados “ficarão proibidos de ingressar na respectiva praça esportiva pelo prazo mínimo de setecentos e vinte dias”, de acordo com o que prevê o parágrafo 2º do artigo 243-G.

Na súmula da partida Cruzeiro x Grêmio, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza relatou o arremesso de objetos no gramado.

“Cumpro informar que aos 27 minutos do primeiro tempo, após a marcação do gol da equipe do Cruzeiro SAF, foi arremessado dois copos de cervejas dentro do campo de jogo, um no meio de campo próximo onde se encontrava o banco de reservas da equipe do Grêmio RS e outro atrás do gol da equipe visitante próximo aos fotógrafos. Informo ainda que ambos vieram de onde se encontrava a torcida do Cruzeiro SAF”, escreveu o juíz 

Leia Também:  Timão segue preparação para duelo eliminatório diante do Guarani

O artigo 213 do CBJD preve multa de R$ 100 a R$ 100 mil quando se “deixa de tomar providências capazes de prevenir e reprimir o lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA