Home Polícia Prefeito e filho são presos acusados de ameaça e porte de arma

Prefeito e filho são presos acusados de ameaça e porte de arma

0

Caso aconteceu na noite de domingo; candidato a vereador denunciou que havia sido ameaçado

Montagem/MidiaNews

O prefeito de Reserva do Cabaçal (383 km de Cuiabá) Tarcísio Ferrari (PSD) e seu filho, Victor Ferrari, de 27 anos, foram presos em Reserva do Cabaçal na noite deste domingo (15).

Conforme o boletim de ocorrência, o filho, que estaria alcoolizado, foi acusado de ameaça e porte ilegal de arma. Já o chefe do Executivo, por porte ilegal de arma

A Força Tátitca do 6º Comando Regional da PM recebeu uma denúncia relatando que um homem havia tentado invadir a residência de um candidato a vereador na cidade.

Quando os policiais chegaram ao local, o candidato informou que o filho do prefeito havia ido até a frente de sua residência e o ameaçado com uma arma.

As equipes, então, iniciaram uma busca pela região. Em determinado momento, o rapaz foi visto em uma moto e os policiais deram ordem de parada. Conforme o B.O., ele desobedeceu e saiu em alta velocidade.

Em certo ponto do trajeto, o filho do prefeito teria jogado no chão um objeto que estava em sua cintura. Os policiais então conseguiram realizar a abordagem.

Dez munições calibre 380 foram encontradas intactas em seu poder. Quando questionado sobre a arma, ele confessou que portava uma, mas a dispensou momentos antes junto com uma lata de cerveja.

Foi realizada então uma varredura no local da perseguição, mas os policiais não encontraram a arma.

No momento da abordagem, uma caminhonete parou atrás da viatura policial. Conforme o B.O., tratava-se do prefeito Tarcísio Ferrari.

Os policiais o revistaram e encontraram com ele uma arma calibre 22 com seis munições. Ferrari não possuía permissão para porte.

Diante dos acontecimentos, foi dada voz de prisão ao filho do prefeito pelos crimes de ameaça, desobediência, direção perigosa, dirigir sob influência de álcool e porte ilegal de arma de fogo.

Tarcísio Ferrari também foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

Eles foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil.

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Reserva do Cabaçal na manhã desta terça-feira (17), mas nenhum dos telefonemas foi atendido.

Crime de responsabilidade

Em outubro, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) havia denunciado o prefeito por crimes de responsabilidade e contra as finanças públicas.

Ele teria realizado despesas em desacordo com as normas financeiras pertinentes, por aplicar indevidamente rendas ou verbas públicas e por autorizar a abertura de crédito em desacordo com os limites estabelecidos pela legislação.

Eleições 2020 

O atual vice-prefeito do Município, Neguinho, se candidatou para a Prefeitura, mas foi derrotado pelo candidato Jonas Campos (PP), eleito com 60,49% dos votos.

Jonas Campos tem 45 anos, é solteiro e tem ensino superior completo.

 

 

 

MidiaNews

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta