Política

Teatro Zulmira é palco de festival alusivo ao Dia Internacional da Dança

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Depois de um intervalo de um ano, o festival mato-grossense em alusão ao Dia Internacional da Dança volta ao palco do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, para apresentação presencial. Será nesta sexta-feira (15) e no sábado (16), sempre às 20h. Os ingressos estão à venda neste site e custam R$ 46, cabendo meia-entrada por direito e meia-entrada promocional, por meio da doação de três quilos de alimentos não perecíveis (a ser entregues diretamente na entrada do teatro). O evento está sendo organizado pelo Espaço Roda – Arte e Expressão e pelo Movimento VAMBORA.

Na sexta-feira, será realizada uma noite de gala com apresentação de montagens do Espaço Roda – Arte Expressão e das escolas convidadas Ópera Ballet e Estúdio Claz. Essa noite será transmitida ao vivo pela TV Assembleia (canal 30.1, TV aberta).

Na noite de sábado ocorrerá a mostra de dança com a participação de escolas de todo o Estado, em diversas modalidades de dança.

“Este ano, a gente retornou com as festividades do Dia Internacional da Dança. Estamos muito ansiosos para receber os grupos. Nós vamos começar com uma noite de gala e, no dia 16, a gente recebe os grupos que vão se apresentar para a mostra”, contextualiza Rafael Cerigato, organizador.

Leia Também:  Datafolha aponta que 51% são contra reforma da Previdência proposta por Bolsonaro

Para marcar o encerramento do festival, ainda no sábado, será apresentada uma amostra do show B.R.U.S, de Chris Matallo e Jim Hamilton, já executado em diversos lugares do mundo.

“Estávamos esperando este momento de reabertura gradual de nosso teatro. Com todo cuidado, aos poucos, vamos ocupando o palco e as poltronas deste templo. E esta mostra tem todo o perfil que incentivamos: é democrática e apresenta novos talentos”, avalia a diretora do Teatro do Cerrado, Daniella Paula Oliveira.

Os alimentos arrecadados pela meia promocional serão destinados às entidades filantrópicas atendidas pela Assembleia Social, gestora do Teatro Zulmira Canavarros.

Bailarinos internacionais

O Dia Internacional da Dança também é marcado por cursos com professores de renome internacional. Nesta edição, foram convidados Felipe Camarotto, no Balé, Edson Santos, no jazz, e Chris Matallo e Jim Hamilton, no sapateado.

Todas as oficinas são gratuitas, destinadas a estudantes de nível intermediário e avançado. As inscrições podem ser feitas por meio deste site.

O Dia Internacional da Dança é uma realização do Espaço Roda – Arte & Expressão, em parceria com o Movimento VAMBORA, Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), Assembleia Social e TV Assembleia.

Leia Também:  Deputado Claudinei propõe soluções ao Distrito Industrial Antigo de Rondonópolis
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Ferrovia estadual deverá prestar homenagem ao senador Vicente Vuolo

Publicados

em


Foto: Raul Bradock

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) deve encerrar na sessão de quarta-feira (20/10) a polêmica relativa à denominação da ferrovia estadual, que se iniciou por pretensão do governador Mauro Mendes (DEM) que visava homenagear o empresário Olacyr de Moraes (1931-2015) – em contraposição a anterior decisão dos deputados estaduais em referência à memória do senador Vicente Emílio Vuolo (1929-2001). 

Por meio do Projeto de Lei nº 855/2021, o deputado Wilson Santos (PSDB) propôs aos pares desautorizar o intento do Poder Executivo e tornar a prestar homenagem ao senador mato-grossense – cujo histórico empenho pela concretização da ferrovia é inegável. 

“Trata-se do legado e uma realidade concreta de quem sonhou, lutou e dedicou sua vida para ver Mato Grosso interligado pela ferrovia e a produção sendo escoada em vagões, com rapidez e segurança; em virtude de sua dedicação à causa da ferrovia, recebeu diversas homenagens, entre elas a medalha de Mérito Ferroviário, concedida pela Rede Ferroviária Nacional, e o título de senador honorário do Oeste Paulista, da Associação dos Municípios do Oeste Paulista”, lembra o parlamentar em defesa da iniciativa. 

Leia Também:  Distrito de Espigão do Leste pede construção de delegacia de polícia

CONCILIAÇÃO 

De outro lado, não se pode negar o empenho dedicado por Olacyr de Moraes à implantação da ferrovia – razão que motivou o governador a pretender honrar a memória do empresário. 

Por iniciativa do presidente da Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da ALMT, deputado Valmir Moretto (Republicanos) – relator do projeto de lei apresentado por Wilson Santos – a polêmica pode ter um fim satisfatório para ambos os lados, por meio de solução conciliatória. 

Moretto apresentou substitutivo ao projeto, de acordo com o qual fica mantida a denominação da ferrovia estadual em homenagem ao senador Vicente Vuolo e – de forma a honrar também a memória do empresário – propõe nomear “Olacyr de Moraes” os terminais que serão construídos nos municípios de Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. 

O substitutivo apresentado pelo deputado Valmir Moretto foi aprovado na comissão em reunião realizada na tarde de terça-feira (19/10), tendo a concordância dos pares Xuxu Dal Molin (PSC) e Delegado Claudinei (PSL). 

A matéria segue para votação em plenário na sessão desta quarta-feira, em regime de urgência, quando a discussão deve ser definitivamente encerrada. 

Leia Também:  Deputado Claudinei alerta sobre acidentes contínuos na Serra de São Vicente
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA