DIAMANTINO

Política

Projeto “Embaixadores do mandato” já tem mais de 900 inscritos em todo Estado

Publicados

em


O projeto voluntário “Embaixadores do Mandato”, do deputado Ulysses Moraes, já tem mais de 900 inscritos em Mato Grosso. O parlamentar lançou o projeto em maio de 2020 com o objetivo de envolver os cidadãos na fiscalização e atuação em cada município. E muitas demandas de fiscalizações, requerimentos de informações e indicações já foram enviadas pelos embaixadores. 

“Achamos essa forma de envolver mais as pessoas na política e estamos felizes com o resultado. Já temos embaixadores em praticamente todos os municípios de Mato Grosso, mas neste ano queremos ampliar ainda mais esse número. É importante que cada cidadão saiba que ele tem o direito de fiscalizar como os recursos públicos estão sendo aplicados na sua cidade. Por isso, o Embaixadores do Mandato é essencial”, disse Moraes. 

O projeto já disponibilizou aos embaixadores seis apostilas com conteúdos relevantes para realizar uma fiscalização. Os materiais vão desde direitos políticos até a Lei de Acesso à Informação. Além disso, o deputado realiza encontros online com os inscritos dando informações sobre mais ferramentas de fiscalizações. 

Leia Também:  Estado adota medidas para aumentar receita e atingir limite para pagar RGA

“Você sabia que dá para fazer uma boa fiscalização sem sair de casa? É isso que mostramos para eles através dessas lives. Muitos documentos e dados podem ser encontrados nos portais de transparência e ensinamos cada detalhe para que eles consigam fazer isso sozinhos”, acrescentou o parlamentar.

Através do projeto, o deputado já fez fiscalizações acompanhado dos embaixadores. As demandas sobre obras paradas, por exemplo, chegam a todo momento e várias vezes o parlamentar vai até o município para verificar essa situação no local. Os embaixadores interessados também vão até o gabinete para deixar suas solicitações e conhecer de perto o trabalho do deputado. 

“Estamos trabalhando juntos pelo estado. Para aqueles que decidirem fazer parte da mudança e participar do projeto, minha equipe do gabinete irá fornecer todas as instruções necessárias sobre a Lei de Acesso à Informação. É importante que cada cidadão também faça sua parte e seja um fiscalizador”, enfatizou o parlamentar. 

Para se inscrever, clique aqui

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Lúdio Cabral recomenda ao governador quarentena obrigatória em todo o estado

Publicados

em


Deputado Lúdio Cabral requereu medidas de restrição de circulação de pessoas

Foto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) enviou, na quinta-feira (21), um ofício ao governador Mauro Mendes (DEM) requerendo que sejam decretadas as medidas de restrição de circulação de pessoas e aglomerações previstas na classificação de risco muito alto do Decreto Governamental 522/2020, com quarentena em todo o território estadual e fechamento de atividades não essenciais.

“Se não forem adotadas quarentena rigorosa por no mínimo duas semanas, o que está acontecendo hoje no Amazonas pode acontecer em Mato Grosso em poucas semanas”, alertou Lúdio. Ele destacou que o número de casos novos e de óbitos por Covid-19 em Mato Grosso está em crescimento acelerado e chegou a uma média móvel (de 7 dias) de 1.374 casos novos e 21 óbitos na quarta-feira (20). A taxa de contágio também está em crescimento e alcançou o índice de 1,25, o que significa que cada 100 pessoas transmitem a doença para outras 125.

No documento, Lúdio apresentou a projeção de que o sistema de saúde de Mato Grosso entrará em colapso no início de fevereiro. “O crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI adultos nos últimos 14 dias, de 56,1% no dia 06/01/2021 para 73,2% no dia 20/01/2021 (crescimento de 29,2% em 14 dias), o que aponta para ocupação total desses leitos até o dia 07/02/2021”, disse.

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica já estão esgotados. “Considerando o crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI pediátricos nos últimos 14 dias, de 46,7% no dia 06/01/2021 para 100,0% no dia 20/01/2021 (crescimento de 114,1% em 14 dias); ou seja, já não há mais leitos de UTI disponíveis no SUS para crianças com covid-19 grave em Mato Grosso”, observou.

Lúdio citou também a existência no Brasil de variantes do vírus mais contagiosas, que podem já estar circulando em Mato Grosso, e a “impossibilidade atual de implementação adequada do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, que decorre da insuficiência de imunobiológicos (vacinas) sequer para alcançar cobertura efetiva nos grupos prioritários da fase 1, e a absoluta ausência de perspectivas para acesso a um quantitativo adequado de imunizantes”.

Desde março de 2020, Lúdio Cabral vem monitorando a evolução da pandemia em Mato Grosso e fazendo projeções da tendência da curva epidêmica. Para garantir a adesão da população à quarentena, ele recomendou que o governo promova campanha de divulgação para orientar a população sobre a necessidade dessas medidas e de restringir a circulação.

O deputado recomendou ainda que o governo mude a forma de calcular a Taxa de Crescimento da Contaminação, passando a calcular a média móvel de 14 dias do número de casos novos notificados no dia da divulgação do boletim epidemiológico e a mesma média móvel de 14 dias antes. Esse é o conceito adotado pelas autoridades sanitárias e pelo consórcio dos veículos de imprensa que monitoram a pandemia e traz um panorama mais fiel da realidade.

“O indicador adotado pelo governo estadual, ao considerar a evolução do número de casos acumulados, não consegue expressar de forma adequada a velocidade de crescimento no número de casos de covid-19 e de expansão da epidemia”, explicou Lúdio.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ministério Público pede devolução de mais de R$ 21 bilhões de investigados por irregularidades no BNDES
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA