Política

Deputados discutem demandas da região sul na área da saúde

Publicados

em


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Os deputados estaduais Sebastião Rezende (PSC) e Delegado Claudinei (PSL) debateram em reunião, na tarde da última segunda-feira (25), com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, uma série de demandas da região sul de Mato Grosso. 

Acompanhados por uma comitiva de vereadores de Rondonópolis, os parlamentares buscaram informações sobre realização de cirurgias no período de pandemia e distribuição de vacinas para a Covid-19. Ainda estava na pauta repasses financeiros do estado a Rondonópolis, assim como a contratação de novos leitos de UTI.

“A Santa Casa de Rondonópolis tem espaço para disponibilizar esses leitos de UTI. Buscamos nesse sentido de fazer a contratualização de leitos [entre o estado e município] acontecer. Desejos que haja mais leitos para Covid, porque a demanda tem crescido muito. Quase 100% dos leitos regionais estão ocupados”, explicou Sebastião Rezende. 

A comitiva também defendeu a retomada de cirurgias eletivas, que estão suspensas por conta da pandemia. Rezende comemorou a resposta positiva que recebeu no encontro. “O governo está disposta a fazer um grande programa de cirurgias”, adiantou. 

Leia Também:  Deputada é homenageada pela Politec e Samu por defesa das instituições

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, reconheceu que as demandas apresentadas são realmente necessárias para a região, que é composta por 18 municípios. “Nossa equipe está empenhada na resolução dos problemas”, garantiu. “O estado está disposto desde o começo da pandemia de contratar novos leitos”, ressaltou. Segundo Figueiredo, todo gestor que apresente um local com capacidades técnicas de receber novos leitos será pago por esses leitos. 

O deputado Delegado Claudinei considerou a reunião como produtiva e comemorou o compromisso do governo em contratar novos leitos em Rondonópolis para Covid. Ele destacou ainda que a união entre Assembleia, Governo do estado e Câmara de Rondonópolis garantiu esse resultado.  

“Daqui levamos uma resposta concreta para a população de Rondonópolis, saímos muito felizes com a articulação dos nossos deputados que abriram as portas da secretaria. Nós saímos daqui com uma missão de trabalhar essa parceria e abrir novos leitos de UTI na cidade de Rondonópolis”, resumiu o presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis, Roni Magnani (SD).

Leia Também:  Começa contagem de prazo para Dilma apresentar defesa à comissão do impeachment

*Com colaboração da TV Assembleia 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Diamantino recebe apoio da Polícia Militar para implantação de equoterapia

Publicados

em

O prefeito de Diamantino, Manoel Loureiro Neto (MDB), esteve na terça-feira (23.02) em Nova Mutum para visitar as instalações do CBM e da 14º CR PMMT, acompanhado do vice-prefeito Jozenil da Costa Lube ‘Bodão’ e dos vereadores Eraldes Campos, Michele Carrasco, Arnildo Neto, Adriano Correa e do presidente da Câmara, Ranielli Patrick.

A comitiva diamantinense conheceu o funcionamento da Escola Tiradentes, Cavalaria e Comando Regional. Guiados pelo comandante Cel. Fernando presenciaram os benefícios da equoterapia. Na ocasião, o prefeito pleiteou auxilio técnico para Diamantino também oportunizar os serviços à população e prontamente recebeu apoio da Polícia Militar para conseguir implantar o projeto no município.

A equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais.

A atividade emprega o cavalo como agente promotor de ganhos a nível físico e psíquico exigindo a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio.

Leia Também:  Começa contagem de prazo para Dilma apresentar defesa à comissão do impeachment

“Desejamos muito em breve conseguir oferecer esse serviço tão benéfico também em Diamantino. Uma atividade terapêutica completa que envolve toda reabilitação física e mental. Age na mobilização pélvica, coluna lombar e articulações do quadril. Melhora do equilíbrio e da postura, desenvolve a coordenação de movimentos entre tronco, membros e visão, além de estimular a sensibilidade tátil, visual, auditiva, olfativa, melhorando a integração sensorial e motora”, destacou o prefeito.

A Lei 13.830, de 2019, que regulamenta a equoterapia como método de reabilitação de pessoas com deficiência, foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. A legislação determina que a prática de reabilitação — que utiliza o cavalo em abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação voltada ao desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência — será exercida por uma equipe multiprofissional.

O prefeito ressaltou que o Governo Municipal de Diamantino não medirá esforços para que o município tenha na equoterapia uma importante aliada para reabilitação dos pacientes.

Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA