Política

Deputado Claudinei vai apoiar projeto de formação de brigadistas aos indígenas da reserva Tadarimana

Publicados

em


Delegado Claudinei esteve no 2° CRBMMT para verificar demandas

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), na última sexta-feira (9), esteve no 2° Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CRBMMT), em Rondonópolis, para verificar as principais demandas da instituição. Estiveram presentes o comandante regional da unidade, coronel Vanderlei Bonoto; o tenente-coronel Fabrício Gomes Costa, do 3° Batalhão Bombeiro Militar (BBM); os vereadores Marisvaldo Gonçalves (PSL) e Ozeas Reis (PP) e o coordenador da Defesa Civil de Rondonópolis, João Mototáxi.

 No encontro, foram debatidas as ações preventivas de combate a incêndios florestais na reserva indígena Tadarimana, que possui cerca de 800 indígenas divididos em seis aldeias, com área de aproximadamente 10 mil hectares. Conforme Bonoto, foi desenvolvido pela instituição um projeto que prevê a capacitação e contratação de indígenas para atuarem como brigadistas no período de queimadas e aponta a necessidade da aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs).

Custos – Claudinei se dispôs a apoiar o projeto com destinação de emenda parlamentar para contribuir com a aquisição dos equipamentos para a execução dos trabalhos de 16 indígenas brigadistas a serem capacitados e contratados, que serão acompanhados por bombeiros militares do Comando Regional. O valor previsto para a aquisição dos EPIs é de quase R$ 134 mil.

Leia Também:  Ao prever 'tsunami', Bolsonaro se referiu à hipótese de ser obrigado a recriar ministérios de Temer

 “Construímos este projeto que já foi encaminhado para a prefeitura municipal. Queremos desenvolver ações efetivas para melhorar a situação da nossa cidade. Ano passado, o maior foco de queimadas foi na aldeia, mas ocorre todo ano. A gente combate o incêndio, mas tem toda uma questão de logística. Precisamos diminuir os incêndios na área urbana e nas aldeias indígenas. Temos uma boa relação com as aldeias e desenvolvemos projetos sociais”, explica o comandante regional.

 Já o custeio com a mão de obra, o projeto aponta o valor total de cerca de R$ 53 mil. Os vereadores ficaram de verificar a parceria junto ao prefeito José Carlos do Pátio (SD) para a devida remuneração dos envolvidos no período de três meses. Eles também se dispuseram a verificar com os outros integrantes da Câmara de Vereadores de Rondonópolis para fazer a devolução do duodécimo ao Poder Executivo para contribuir com este projeto do Corpo de Bombeiros.

Projeto – É previsto capacitação dos brigadistas indígenas com o Curso de Formação de Brigada, cuja duração é de 40 horas. Eles atuarão no período de julho a setembro deste ano, na fase de prevenção e prestação de atendimento na fase inicial dos incêndios florestais até a chegada da guarnição do CBM do município, cujo deslocamento chega a ser de aproximadamente 50 minutos. Os envolvidos ainda receberão todos os materiais e equipamentos necessários para o combate aos incêndios florestais.

Leia Também:  Gallo prepara novas leis para evitar desiquilíbrio fiscal em Mato Grosso

 Os resultados esperados com a implantação do projeto pela instituição envolvem a diminuição expressiva do número de focos de queimadas na reserva indígena, redução das emissões de poluentes para manter a qualidade do ar, a saúde dos indígenas sob controle e a preservação do meio ambiente.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Dr. Gimenez destaca importância do Programa Ser Família Emergencial à Região Oeste

Publicados

em


Deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Em agenda em Pontes e Lacerda nesta sexta-feira (07), o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) destacou a importância do Programa Ser Família Emergencial que vai contemplar aproximadamente 12,6 mil famílias dos 22 municípios da Região Oeste de Mato Grosso.

Esta é mais uma ação conjunta do Governo do Estado com o parlamento estadual no enfrentamento à pandemia. “Participei com orgulho da entrega simbólica dos cartões a algumas famílias beneficiárias em Pontes e Lacerda que estão passando por extrema necessidade, esse recurso vai garantir alimento à mesa do cidadão”, comemorou.

A cerimônia de entrega de cartões de auxílio a 349 famílias ocorreu na Câmara Municipal de Vereadores, com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, do deputado estadual Valmir Moretto, do prefeito Alcino Barcelos, dos vereadores e demais autoridades de Pontes e Lacerda.

“Nossa primeira-dama Virginia Mendes está de parabéns pela iniciativa, que contou com o apoio irrestrito dos 24 deputados. Como recurso assegurado pelo governo e o parlamento, vamos disponibilizar o auxílio de R$ 150 às famílias pelos próximos três meses”, acrescentou Dr. Gimenez.

Leia Também:  Gallo prepara novas leis para evitar desiquilíbrio fiscal em Mato Grosso

Também nesta sexta-feira, a equipe do Dr. Gimenez participou da entrega de cartões às famílias em outros municípios da região, entre eles, Mirassol D’Oeste e Curvelândia, onde 1.194 famílias serão contempladas, segundo a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

“Estamos muito felizes com o apoio do Governo e da primeira-dama a Mirassol D’Oeste, porque estamos vivendo um momento bastante difícil, de crise econômica, de saúde pública e as prefeituras realmente não têm condições de fazer frente a tantas demandas, toda ajuda é bem-vinda”, agradeceu o prefeito Héctor Alvares Bezerra.

No total, 100 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza serão atendidas pelo Programa Ser Família Emergencial, em todos os 141 municípios. Do total de R$ 45 milhões investidos, R$ 10 milhões são do Legislativo, que devolverá parte do duodécimo de 2021. Além disso, a Casa de Leis pretende distribuir cerca de 30 mil sacolões de alimentos para famílias de baixa renda no estado.

O parlamento estadual vem atuando de maneira proativa no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com a aprovação de mais de 50 leis e investimentos que superam R$ 34 milhões. Em 2020, foram mais de R$ 14 milhões, dos quais R$ 10 milhões para abertura de novos leitos de UTI para pacientes Covid e R$ 4 milhões doados aos hospitais filantrópicos, entre eles, o Hospital de Câncer.

Leia Também:  Senado pode votar indicação de Aras para a PGR na semana de 22 de setembro, diz Alcolumbre

Ser Família Emergencial – Confira o número de famílias beneficiadas na Região Oeste, segundo a Setasc: Araputanga (729), Cáceres (5.331), Campos de Júlio (579), Comodoro (574), Conquista D’Oeste (140), Curvelândia (242), Figueirópolis D’Oeste (89), Glória D’Oeste (291), Indiavaí (24), Jauru (180), Lambari D’Oeste (416), Mirassol D’Oeste (952), Nova Lacerda (335), Porto Espiridião (190), Reserva do Cabaçal (195), Rio Branco (231), Salto do Céu (66), São José dos Quatro Marcos (453), Sapezal (152), Vale do São Domingos (202), Vila Bela da Santíssima Trindade (615).

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA