Polícia

Prefeitos do Araguaia e Xingu destacam atuação da Polícia Civil na região

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT 
 

A Diretoria da Polícia Civil se reuniu na tarde desta sexta-feira (26.02) com prefeitos e representantes dos 11 municípios da Regional de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), dando continuidade à agenda institucional no interior do estado.

O encontro que reuniu delegados de polícia, Executivo municipal, presidentes dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública (Conseg) da região e vereadores foi realizado na Câmara de Confresa. Participaram representantes de Vila Rica, Confresa, Luciara, Alto Boa Vista, São Félix do Araguaia, Canabrava do Norte, São José do Xingu, Santa Cruz do Xingu, Terezinha, Santo Antônio do Rio das Mortes e Porto Alegre do Norte.

O evento teve como objetivo a aproximação com a população, além de buscar parcerias, ouvir demandas, apresentar funções e os serviços desenvolvidos pela Polícia Civil, bem como prestar contas do que vem sendo realizado pela instituição.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, pontuou que a troca de informação com os gestores municipais e contato direto contribui para a criação de um planejamento e na prestação dos serviços da instituição à sociedade.

De acordo com o delegado regional, Marcos Leão, todos os prefeitos dos 11 municípios da região Araguaia e Xingu foram convidados, os que não puderam vir enviaram representantes para debater demandas relacionadas com a segurança pública, bem como a atuação da Polícia Civil nas respectivas cidades. “Isso certamente fortalecer a Polícia Civil e, consequentemente, contribui com a segurança pública aumentando a sensação de segurança na região, alavancando ainda mais o trabalho investigatório, cartorário e operacional nessa região, dando assim a resposta que a sociedade precisa”, disse o regional, acrescentando que o debate com os gestores municipais aumentará a responsabilidade da Polícia Civil na região, além de ao mesmo tempo demonstrar o que vem sendo realizado e em que podemos melhorar”, finalizou o delegado Marcos Leão.

Leia Também:  Em Diamantino, bandidos rendem família e levam caminhonete

Presente na reunião, o prefeito da cidade de Confresa, Ronio Condão, considerou produtiva a aproximação da Polícia Civil com os municípios para debater a segurança pública. “Eu como prefeito de Confresa me sinto mais seguro, e ações como desse formato fortalecerá todas as pontas. Uma região tão distante como a nossa, a mais de 1.000  quilômetros da Capital, e ter essa ligação  certamente refletirá no bem da população”, falou o prefeito.

O prefeito do município de Luciara, Parassu de Souza Freitas, pontuou sobre a importância de participar do encontro para conhecer melhor os trabalhos desenvolvidos pela Polícia Civil. “Como dito pelos gestores, a instituição não tem condições de manter um delegado de polícia em Luciara, em razão do baixo efetivo, porém, trabalharei para conseguir a reabertura da nossa delegacia”. 

Para encerra o encontro, o prefeito de Porto Alegre do Norte, Daniel Rosa do Lago, agradeceu a Polícia Civil pela oportunidade que possibilitou a apresentação das demandas da instituição, bem como mostrar um pouco das ações que estão sendo desenvolvidas na região.

Leia Também:  Em festa com primas em VG, garota de 13 anos é assediada por tio

“Sabemos que a investigação não pode aparecer, em razão da peculiaridade do trabalho, porém hoje percebemos que está sendo feito com muita excelência, até mesmo em virtude da quantidade de profissionais atualmente na região. Precisamos cobrar mais do Governo do Estado para aumentar o quadro de policiais civis, principalmente para nossa região que vive pleno desenvolvimento e crescimento”, disse Daniel Rosa.

Todos os prefeitos e representantes presentes receberam com o kit da Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Civil, contendo uma garrafa para esporte, chaveiro, folders e cartilhas, além de uma caneca personalizada.

Foto: Rodrigo Ibiapino Morais – IPC-MT

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Mulher é presa em flagrante por receptação; com ela foi encontrado carro roubado em Goiás

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma mulher de 33 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (12) em Rondonópolis, pelo crime de receptação.  A equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis identificou um endereço no Residencial Magnólia, onde possivelmente estaria escondido um veículo modelo sedan roubado em dezembro do ano passado, na cidade de Santa Rita do Araguaia (GO).

Na residência monitorada mora M.C.G.P., 33 anos, esposa de um presidiário recluso na Penitenciária de Rondonópolis.

Com as informações coletadas, os investigadores da DERF foram ao endereço e confirmaram que o caro de fato era o veículo roubado, um modelo GM Cruze, conforme número do chassi, porém, a placa afixada no carro era de um veículo com número de chassi divergente.  

Questionada sobre o veículo, a mulher informou aos policiais que teria guardado o carro a pedido de uma familiar. Ela disse ainda que o veículo estava circulando normalmente e alegou que não tinha conhecimento de que era produto de crime.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados durante operação em Rondonópolis

No interior da casa, os policiais apreenderam um caderno com anotações de valores vultosos recebidos de membros de uma organização criminosa. Indagada sobre as anotações, ela disse incialmente desconhecer o que eram os números e depois alegou se tratar de empréstimos que havia tomado com agiotas.

Ela foi detida e encaminhada à sede da DERF, onde foi autuada em flagrante pelo delegado Santiago Rozendo Sanches.

O delegado informou que a suspeita já tem passagem criminal, com uma condenação por tráfico pela Comarca de Ponta Porã (MS). Ele encaminhou representação ao Poder Judiciário pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

Após os procedimentos policiais, a mulher foi encaminhada para a unidade prisional feminina de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA