Polícia

Polícia pode pedir apoio de cães farejadores para achar jovem desaparecido no Nortão

Publicados

em

Foto: Divulgação

Foram interrompidas as buscas aos corpo de Josivan Maicon. Morador de Carlinda, ele estava em Alta Floresta quando desapareceu no dia 8 e seguindo informações obtidas pela própria família e a Divisão de Homicídios, a Polícia Civil durante todo o dia de sexta-feira tentou encontrar com ajuda de militares do Corpo de Bombeiros, o local onde foi passada a informação que teriam matado e deixado o rapaz. Mas sem êxito.

O delegado Vinícius Nazário, que apura o caso, disse que a Polícia Civil contou com apoio de militares especialistas em buscas de pessoas desparecidas e que a Divisão de Homicídio ainda fez uma verdadeira varredura em uma região de mata na vicinal Céu Azul onde havia informação de que o corpo estaria. “Mas não foi encontrado qualquer vestígio em todos os supostos lugares que foi falado ou ventilado que estaria o corpo”, contou o delegado salientando que poderá ser usado o trabalho de cães farejadores para seguir novas buscas.

Só que o delegado de Alta Floresta, ao informar que novas testemunhas serão ouvidas, comentou trabalhar em outras linhas de investigações, até mesmo com possibilidade do jovem não ter sido morto, considerando até o momento não haver evidência oficial de que ele foi assassinado.

Leia Também:  Polícia Civil prende preventivamente homem que voltou ameaçar ex-companheira em Várzea Grande

 

 

Fonte: Nativa News
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Nota de esclarecimento – Diretoria da Polícia Civil 

Publicados

em


Em relação à entrevista concedida à Televisão Centro América, nesta terça-feira (30.11), pelo delegado titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá, a Polícia Civil reitera que as declarações do profissional não refletem a opinião e posicionamento desta instituição em relação ao Poder Judiciário e seus integrantes.

A Polícia Civil reafirma a relação institucional harmônica com o Judiciário mato-grossense, com quem vem desenvolvendo diversos projetos, a exemplo, do SOS Mulher e Botão do Pânico de atendimento a vítimas de violência doméstica, que se tornaram mais uma ferramenta para o acolhimento e proteção às mulheres de Mato Grosso.

A Diretoria da Polícia Civil destaca a contribuição do Judiciário no fortalecimento da instituição policial, a fim de que os serviços essenciais de investigação criminal possam ser continuamente prestados com a melhor qualidade à sociedade mato-grossense.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista se irrita com buzina e tenta matar 2 rapazes em MT
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA