Polícia

Polícia Civil prende suspeitos de receptação e recupera objetos furtados avaliados em mais de R$ 20 mil

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Ferramentas e equipamentos eletrônicos furtados, avaliados em mais de R$ 20 mil, foram recuperados pela Polícia Civil em Rondonópolis, na tarde desta quinta-feira (10.06). Na ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), duas pessoas foram presas pelo crime de receptação.

Entre os presos estão mulher de 36 anos e um jovem de 19 anos que estavam ocultando em suas respectivas residências objetos diversas ferramentas furtadas. Os objetos recuperados são provenientes de dois furtos ocorridos na cidade. Um deles foi a uma empresa localizada na BR-364, na madrugada do dia 09 de junho.

A investigação aberta pela equipe da DERF para apurar o furto levou os investigadores a uma residência no bairro Pedra 90, onde foram localizados um macaco hidráulico, um cpu e um monitor.

Ainda em continuidade as buscas na residência foram encontradas uma máquina de solda e outras ferramentas furtadas, além de uma porção de maconha. Questionada sobre os produtos, a suspeita disse que havia comprado porém não soube explicar a origem.

Leia Também:  Mais de 3,5 toneladas de peixes são apreendidas em frigorífico clandestino em Cuiabá

Em continuidade as diligências, os policiais foram até a outra casa no mesmo bairro onde estariam outros produtos. No local, foi encontrado um balde preto com várias ferramentas, computadores, miniaturas de carros de coleção, R$ 200 em dinheiro, além de uma vasilha de plástico com resquícios de maconha e uma balança de precisão.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos à Derf Rondonópolis onde após serem interrogados pelo delegado João Paulo Praisner, foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. O delegado não arbitrou fiança aos suspeitos que foram colocados à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil recupera dois veículos produtos de crimes na região de fronteira

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT                   

Dois veículos de proveniências ilícitas foram apreendidos e três jovens presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (11.06),  na zona rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá). O Toyota Etios e o Jeep Renegade recuperados pertencem a duas empresas locadoras de veículos que funcionam na cidade de Belo Horizonte (MG). 

Os suspeitos de 21, 20 e 20 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. Dois deles, que conduziam os veículos, também responderão por dirigir veículo sem possuir CNH ou permissão para dirigir. 

Durante diligências de combate a criminalidade na região de fronteira deflagradas pela Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Grupo Especial de Fronteira (Gefron), uma equipe de investigadores recebeu denúncia sobre a existência de veículos de origem ilícita adentrando na área rural do município e que seguiam para a Bolívia. 

De posse das informações, os policiais civis passaram a apurar os fatos e a percorrer a região pelas estradas conhecidas como “cabriteiras”. Após chegaram na porteira de uma propriedade rural, foram avistados os dois veículos com as mesmas características mencionadas na denúncia e que vinham na direção da viatura.

Leia Também:  Jovem é flagrado com celular furtado em ponto de venda de entorpecentes

Assim que se aproximaram, o Jeep Renegade com dois ocupantes acelerou bruscamente, momento em que foi dado ordem de parada. Ato contínuo foi realizada a abordagem dos veículos, sendo que ambos condutores não possuíam carteira nacional de habilitação (CNH). Durante as checagens foi constatado que o carro Toyota Etios era produto de furto qualificado e o Jeep Renegade produto de apropriação indébita.

Perguntados sobre os fatos, os homens que dirigiam contaram que haviam pego os veículos em Pontes e Lacerda, bem como receberiam a quantia de R4 1,5 mil para levarem até a Bolívia. Já o rapaz que estava como passageiro contou que estava na função de abrir as porteiras e para isso ganharia o valor de R$ 500. 

Diante do flagrante os três envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, junto com os veículos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o trio foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  PM prende 22 pessoas por tráfico de drogas em Diamantino e mais 6 cidades

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA