Polícia

Polícia Civil e Corpo de Bombeiros fazem buscas por casal que desapareceu em Porto dos Gaúchos

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Porto dos Gaúchos, com apoio do Corpo de Bombeiros realizaram buscas em uma região de mata, neste sábado e domingo, para a localização do paradeiro do casal Valdir, de 45 anos, e Tatiane Medeiros Hennig, de 46 anos, que está desaparecido desde o dia 28 de abril.

As buscas são realizadas em uma extensa área de mata na zona rural de Porto dos Gaúchos, na ‘região do 47’, onde o casal tem uma propriedade, e conta com auxílio de cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra e da equipe de Juína.

Um irmão de Valdir procurou a delegacia de Porto dos Gaúchos na quinta-feira relatando que o casal saiu da propriedade no dia 27 de abril para ir ao município de Itanhangá combinando de retornar no dia seguinte. Diante da ausência dos dois, o irmão da vítima foi em busca do casal e no município de Itanhangá foi informado por familiares que os mesmos já haviam retornado a Porto dos Gaúchos na data combinada. O irmão de Valdir tentou contato no celular das vítimas e não conseguiu. Em seguida procurou a unidade da Polícia Militar.

Leia Também:  Duas pessoas são presas com armas e munições em área de demarcação indígena

Na estrada do trajeto até a propriedade da vítima foi encontrada uma árvore tombada para dificultar a passagem de veículos. Na sexta-feira, os policiais foram até o local e encontraram munições e cápsulas, um pedaço de relógio, uma máscara de tecido e vestígios de sangue.

A Polícia Civil solicitou apoio do Corpo de Bombeiros de Juína para ajudar nas buscas, pois a região é de mata densa e bastante extensa.

O delegado Joao Antônio Ribeiro Torres explicou que além das buscas, outras diligências estão em andamento para apurar as circunstâncias do desaparecimento do casal. 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil recupera dois veículos produtos de crimes na região de fronteira

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT                   

Dois veículos de proveniências ilícitas foram apreendidos e três jovens presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (11.06),  na zona rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá). O Toyota Etios e o Jeep Renegade recuperados pertencem a duas empresas locadoras de veículos que funcionam na cidade de Belo Horizonte (MG). 

Os suspeitos de 21, 20 e 20 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. Dois deles, que conduziam os veículos, também responderão por dirigir veículo sem possuir CNH ou permissão para dirigir. 

Durante diligências de combate a criminalidade na região de fronteira deflagradas pela Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Grupo Especial de Fronteira (Gefron), uma equipe de investigadores recebeu denúncia sobre a existência de veículos de origem ilícita adentrando na área rural do município e que seguiam para a Bolívia. 

De posse das informações, os policiais civis passaram a apurar os fatos e a percorrer a região pelas estradas conhecidas como “cabriteiras”. Após chegaram na porteira de uma propriedade rural, foram avistados os dois veículos com as mesmas características mencionadas na denúncia e que vinham na direção da viatura.

Leia Também:  Justiça mantém julgamento de tenente do Corpo de Bombeiros acusada de torturar e matar aluno em curso prático em MT

Assim que se aproximaram, o Jeep Renegade com dois ocupantes acelerou bruscamente, momento em que foi dado ordem de parada. Ato contínuo foi realizada a abordagem dos veículos, sendo que ambos condutores não possuíam carteira nacional de habilitação (CNH). Durante as checagens foi constatado que o carro Toyota Etios era produto de furto qualificado e o Jeep Renegade produto de apropriação indébita.

Perguntados sobre os fatos, os homens que dirigiam contaram que haviam pego os veículos em Pontes e Lacerda, bem como receberiam a quantia de R4 1,5 mil para levarem até a Bolívia. Já o rapaz que estava como passageiro contou que estava na função de abrir as porteiras e para isso ganharia o valor de R$ 500. 

Diante do flagrante os três envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, junto com os veículos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o trio foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Mulher é detida com 7 aves em Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA