Polícia

Polícia Civil cumpre mandados contra segundo envolvido em crimes sequestro, estupro e cárcere privado

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município, cumpriu na manhã desta quarta-feira (07.04) dois mandados, sendo um de prisão preventiva e outro mandado de busca e apreensão domiciliar, contra um dos autores do grave crime cometido no início do mês de março.

As duas ordens judicias são partes de conclusão do inquérito policial instaurado pela especializada para apurar uma ocorrência de sequestro, cárcere privado, estupro, lesão corporal, roubo e ameaça, cometido contra uma jovem de 25 anos no município.

O fato ocorreu na manhã de 04 de março, quando a vítima foi rendida por dois homens, no momento em que saia de sua casa no bairro Vila Birigui para trabalhar. A vítima foi obrigada a retornar para a residência, onde ficou mantida como refém por dois dias, sendo abusada sexualmente, ameaçada e teve parte do cabelo cortado. Logo após os fatos um dos suspeitos foi preso em flagrante por envolvimento no crime.

Leia Também:  Unidades da Polícia Civil no Centro Político passam por desinfecção sanitária

Dando continuidade as diligências para esclarecer o crime, os policiais civis da DEDM de Rondonópolis conseguiram qualificar o segundo envolvido na ação criminosa, identificado como o genro do primeiro preso em flagrante. 

Conforme o delegado que conduz o inquérito, Fernando Fleury, durante o trabalho de apuração foi descoberto que na época, o segundo suspeito fazia uso de tornozeleira eletrônica, porém alguns dias antes do crime havia violado o equipamento de monitoramento. 

“Por essa razão, a Justiça decretou a prisão do investigado pela regressão do regime de pena. Poucos dias depois do crime ele foi recapturado. Na manhã desta quarta-feira, o mandado de prisão preventiva que foi deferido com relação ao inquérito que tramita da DEDM, foi cumprido na unidade prisional em que o suspeito encontra-se”, destacou o delegado.

Já o segundo mandado judicial (busca e apreensão domiciliar) foi cumprido pela equipe na casa em que o suspeito morava. No imóvel foram localizadas várias bijuterias e peças de roupa feminina que foram reconhecidas pela vítima. Os objetos apreendidos irão subsidiar o inquérito policial que encontra-se na fase de conclusão com indiciamento dos autores do crime. 

Leia Também:  Mãe ouve tiros e encontra filho morto no sofá de casa em VG

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Ação conjunta apreende drogas, arma e pescado irregular em Nova Xavantina

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma ação conjunta realizada pela Polícia Civil e Polícia Militar de Nova Xavantina, na sexta-feira (16.04), com objetivo de combater o tráfico de drogas no município, resultou  em três pessoas presas em flagrante e na apreensão de armas, drogas e pescado irregular.

Durante investigações do tráfico de drogas na cidade, as equipes policiais realizavam diligências para localizar um suspeito que utiliza o seu veículo para o transporte de entorpecentes e abastecimento de bocas de fumo na cidade.

Com informações de que o investigado estaria em um ponto específico de venda de drogas na cidade, os policiais foram até o local, conseguindo realizar a abordagem do suspeito, que de imediato foi flagrado com porções de entorpecentes no interior do veículo.

Em continuidade as diligências, os policiais realizaram o adestramento na boca de fumo, onde localizaram porções de maconha e de pasta base de cocaína, um revólver calibre 38, 29 munições, sendo 11 calibre 38 e 18 calibre 22, além de pescado irregular e vários apetrechos de pesca ilegal, como redes e espinhel.

Leia Também:  Unidades da Polícia Civil no Centro Político passam por desinfecção sanitária

Diante dos fatos, três pessoas foram conduzidas à Delegacia de Nova Xavantina e após serem interrogadas foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e munições e crime ambiental.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA