Polícia

Operação Codinome resulta em 21 prisões contra alvos investigados por homicídios, organização criminosa e tráfico

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Operação Codinome, deflagrada pela Polícia Civil nesta terça-feira (23.11), em Primavera do Leste, resultou no cumprimento de 21 prisões, entre preventivas e temporárias, contra alvos investigados por crimes como organização criminosa no tráfico de drogas, roubo, furto, homicídio e tortura.

Desde as pimeiras horas desta terça-feira, as equipes policiais atuaram no cumprimento das prisões e de sete mandados de busca e apreensão expedidos após investigações conduzidas pelas Delegacias de Primavera do Leste, entre elas a especializada de Roubos e Furtos, a unidade que trata de crimes contra vítimas femininas, crianças e idosos (Dedm) e a delegacia que investiga crimes contra a vida.

Durante a operação, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu dois investigados e apreendeu uma arma de fogo.

Uma pessoa foi presa em flagrante por tráfico de drogas e aprendidas diversas porções de entorpecentes.

A Operação Codinome contou com a participação de 90 policiais civis das Delegacias de Primavera do Leste, Paranatinga, Campo Verde, Poxoréu, além da Derf de Rondonópolis, Derf de Barra do Garças, Derf de Cuiabá; Delegacia Especializada de Entorpecentes, Polinter e Gerência de Operações Especiais.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que matou amigo e esperou os policiais dormindo ao lado do corpo em Nova Lacerda

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Nota de esclarecimento – Diretoria da Polícia Civil 

Publicados

em


Em relação à entrevista concedida à Televisão Centro América, nesta terça-feira (30.11), pelo delegado titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá, a Polícia Civil reitera que as declarações do profissional não refletem a opinião e posicionamento desta instituição em relação ao Poder Judiciário e seus integrantes.

A Polícia Civil reafirma a relação institucional harmônica com o Judiciário mato-grossense, com quem vem desenvolvendo diversos projetos, a exemplo, do SOS Mulher e Botão do Pânico de atendimento a vítimas de violência doméstica, que se tornaram mais uma ferramenta para o acolhimento e proteção às mulheres de Mato Grosso.

A Diretoria da Polícia Civil destaca a contribuição do Judiciário no fortalecimento da instituição policial, a fim de que os serviços essenciais de investigação criminal possam ser continuamente prestados com a melhor qualidade à sociedade mato-grossense.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil identifica suspeitos e esclarece homicídio ocorrido em Alto Taquari
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA