Polícia

Mulher é presa em flagrante por receptação; com ela foi encontrado carro roubado em Goiás

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma mulher de 33 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (12) em Rondonópolis, pelo crime de receptação.  A equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis identificou um endereço no Residencial Magnólia, onde possivelmente estaria escondido um veículo modelo sedan roubado em dezembro do ano passado, na cidade de Santa Rita do Araguaia (GO).

Na residência monitorada mora M.C.G.P., 33 anos, esposa de um presidiário recluso na Penitenciária de Rondonópolis.

Com as informações coletadas, os investigadores da DERF foram ao endereço e confirmaram que o caro de fato era o veículo roubado, um modelo GM Cruze, conforme número do chassi, porém, a placa afixada no carro era de um veículo com número de chassi divergente.  

Questionada sobre o veículo, a mulher informou aos policiais que teria guardado o carro a pedido de uma familiar. Ela disse ainda que o veículo estava circulando normalmente e alegou que não tinha conhecimento de que era produto de crime.

Leia Também:  Menina de 2 anos morre afogada após cair em poço de 14 metros em MT

No interior da casa, os policiais apreenderam um caderno com anotações de valores vultosos recebidos de membros de uma organização criminosa. Indagada sobre as anotações, ela disse incialmente desconhecer o que eram os números e depois alegou se tratar de empréstimos que havia tomado com agiotas.

Ela foi detida e encaminhada à sede da DERF, onde foi autuada em flagrante pelo delegado Santiago Rozendo Sanches.

O delegado informou que a suspeita já tem passagem criminal, com uma condenação por tráfico pela Comarca de Ponta Porã (MS). Ele encaminhou representação ao Poder Judiciário pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

Após os procedimentos policiais, a mulher foi encaminhada para a unidade prisional feminina de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil prende autor de furto de R$ 1,6 mil de dentro de bolsa de cliente em supermercado atacadista

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O furto de uma expressiva quantia de dinheiro de dentro da bolsa de cliente em um supermercado atacadista foi esclarecido pela Polícia Civil, no sábado (08.05), logo após a vítima procurar a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). Um funcionário terceirizado foi identificado como autor do crime e foi autuado em flagrante pelo furto.

As investigações iniciaram quando a vítima de 63 anos procurou a Derf-VG o furto de mais de R$ 1,6 mil de dentro de sua bolsa, ocorrido dentro do atacadista. Segundo a comunicante, ela estava no supermercado, quando retirou a bolsa do carrinho para organizar as compras e deixou em cima de um palet.

A bolsa foi devolvida no setor de perdidos e achados do supermercado, porém a quantia em dinheiro havia desaparecido. Com base nas informações, os policiais da Derf-VG foram até o atacadista, onde em análise das câmeras de segurança foi possível identificar o autor do furto como sendo um funcionários terceirizado que triabalha na empresa.

Leia Também:  Ônibus escolar é apreendido em operação de freios da PRF

Nas imagens, ele aparece pegando a bolsa, ficando com ela por algum tempo, até que o corredor ficasse vazio, momento em que retirou algo de dentro dela e escondeu no bolso da roupa que usava. O próprio funcionário após cometer o furto devolveu a bolsa no setor de perdidos e achados do supermercado.

Diante das evidências, os policiais da Derf-VG realizaram diligências em busca do suspeito que foi preso em flagrante em posse de R$ 1.642 furtados da bolsa da vítima. O suspeito foi conduzido à delegacia, onde após ser interrogado pela delegada, Elaine Fernandes de Souza, foi autuado em flagrante pelo furto.

“A vítima agradeceu a equipe policial, afirmando que não poderia perder o dinheiro que havia acabado de sacar para efetuar o pagamento semanal dos seus funcionários, assim como outras contas do seu comércio”, disse a delegada.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA