Polícia

Homem que incendiou casa de ex-companheira é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem de 38 anos foi preso nesta sexta-feira (22.01) pela equipe da Polícia Civil de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) suspeito de ter ateado fogo na casa da ex-companheira. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 2a Vara Criminal do município.

Conforme a apuração realizada pela equipe da Delegacia da Polícia Civil, no dia 15 de janeiro, o investigado foi até a casa da vítima e ficou chamando-a. Contudo, por medo do agressor, a mulher não respondeu ao chamado e foi dormir na casa de uma vizinha, quando foi acordada com o barulho do fogo em sua residência.

A vítima relatou que o fogo queimou geladeira, televisão, sofá, tapetes, cortinas e a fiação de energia da casa.

A Polícia Civil apurou indícios de que o crime foi cometido pelo suspeito e que ele teria confidenciado a uma pessoa que colocou fogo na residência da vítima, dizendo: “Eu queimei mesmo, eu me garanto e não tenho medo de nada”.

Após a investigação, o delegado Márcio Henrique Portela representou pela prisão do investigado pelos crimes de ameaça e incêndio no âmbito da violência doméstica. 

Leia Também:  Jovem 'empina' moto em Avenida de Juína e cai em frente à viatura da Polícia Militar

O investigado será encaminhado à unidade prisional de Sorriso, onde permanecerá à disposição da Justiça local. 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Equipamentos levados de pousada são localizados em bairro de VG e uma pessoa é presa por receptação

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Equipe de investigação da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá localizou nesta sexta-feira (26.02), em uma residencial de Várzea Grande, oito televisores, entrou outros equipamentos, que foram furtados de uma pousada na Capital. Durante a ação, uma pessoa foi presa em flagrante por receptação. 

 

Os policiais civis estavam em diligências para apurar o furto ocorrido no dia 19 de fevereiro, quando foram levados diversos objetos e equipamentos de uma pousada localizada na Rodovia de Manso.

Os investigadores receberam a informação de que uma casa no residencial Jequitibá, em Várzea Grande, estava sendo utilizada para guardar objetos de roubo, que também estavam sendo vendido no local. 

Durante a abordagem, o suspeito I.V.B.S., de 19 anos, que estava na casa avançou contra uma policial da equipe e tentou tomar a arma dela, que conseguiu se desvencilhar e fez um disparo de advertência que atingiu superficialmente a perna do rapaz. Mesmo assim, ele ainda tentou investir contra a equipe, mas foi contido. A equipe acionou o socorro médico do Samu para fazer o atendimento ao criminoso.  
Em buscas no imóvel, os policiais da Derf de Cuiabá constataram que a casa era, de fato, usada como apoio logístico para esconder objetos provenientes de atividade criminosa e encontraram televisores e monitores furtados da pousada, além de roupas de cama do empreendimento turístico.

Leia Também:  Jovem 'empina' moto em Avenida de Juína e cai em frente à viatura da Polícia Militar

O suspeito informou aos investigadores que receberia comissão pela venda dos produtos. Ele foi autuado em flagrante por receptação qualificada e encaminhado para atendimento médico, permanecendo sob custódia em unidade hospitalar. 

A investigação da Derf Cuiabá prossegue para identificar outros possíveis envolvidos no furto à pousada. 

Crime 

Na sexta-feira, 19 de fevereiro, a Derf prendeu em flagrante num homem de 36 anos pelo furto cometido contra a  pousada localizada na estrada do Rio Manso, zona rural de Cuiabá. Na delegacia, ele permaneceu em silêncio, não colaborando com as investigações. 

De acordo com a apuração, o suspeito invadiu o local por volta das 03h da madrugada e furtou vários objetos de valor como televisões, frigobares, eletrônicos e outros produtos de hotelaria. 
O suspeito foi localizado no bairro Santa Isabel, na Capital, e com ele recuperados parte dos objetos levados da pousada. Ele possui várias passagens pela prática de crimes patrimoniais e foi indiciado por furto qualificado pelo concurso de pessoas, o que significa que agiu com possíveis comparsas.

Leia Também:  Polícia Civil incinera 1,2 tonelada de entorpecente apreendidos em 2020

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA