DIAMANTINO

Polícia

Homem é preso por descumprir medida protetiva e ameaçar ex-mulher e filha

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem investigado pela Polícia Civil por violência doméstica praticada contra a ex-companheira e as filhas dela, no município de Conquista d’ Oeste foi preso no último fim de semana, em Nova Lacerda, após descumprir medida protetiva de não se aproximar das vítimas.

A cumprimento do mandado de prisão foi realizado pela Polícia Militar, em apoio à Delegacia da Polícia Civil de Pontes e Lacerda, onde tramita o inquérito do caso.

O suspeito de 37 anos teve o mandado de prisão preventiva decretado pelo juízo da Comarca de Pontes e Lacerda, em razão do descumprimento das medidas protetivas impostas contra ele em conformidade com a Lei Maria da Penha.

A delegada Bruna Caroline Laet representou pela ordem judicial contra o investigado, que foi preso anteriormente, em 2020, por agredir a ex-companheira, de 41 anos, e a filha dela. Ocasião em que a vítima representou pelas medidas protetivas.

Conforme apuração da Polícia Civil, ele foi solto e passou a enviar mensagem no celular da vítima fazendo ameaças de morte à ex-companheira e a filha por tê-lo denunciado.

Leia Também:  Agente penitenciário é demitido e condenado a dois anos de prisão por roubar R$ 100 de presidiários em MT

Diante da comunicação dos fatos, o agressor teve o mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

O suspeito foi preso na residência de um familiar na região.

Após cumprimento da prisão, o homem foi levado até a Delegacia de Pontes e Lacerda para as providências cabíveis, sendo posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Homem que incendiou casa de ex-companheira é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem de 38 anos foi preso nesta sexta-feira (22.01) pela equipe da Polícia Civil de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) suspeito de ter ateado fogo na casa da ex-companheira. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 2a Vara Criminal do município.

Conforme a apuração realizada pela equipe da Delegacia da Polícia Civil, no dia 15 de janeiro, o investigado foi até a casa da vítima e ficou chamando-a. Contudo, por medo do agressor, a mulher não respondeu ao chamado e foi dormir na casa de uma vizinha, quando foi acordada com o barulho do fogo em sua residência.

A vítima relatou que o fogo queimou geladeira, televisão, sofá, tapetes, cortinas e a fiação de energia da casa.

A Polícia Civil apurou indícios de que o crime foi cometido pelo suspeito e que ele teria confidenciado a uma pessoa que colocou fogo na residência da vítima, dizendo: “Eu queimei mesmo, eu me garanto e não tenho medo de nada”.

Após a investigação, o delegado Márcio Henrique Portela representou pela prisão do investigado pelos crimes de ameaça e incêndio no âmbito da violência doméstica. 

Leia Também:  Empresário tem caminhonete roubada e consegue fugir após ficar 5 horas em cativeiro em MT

O investigado será encaminhado à unidade prisional de Sorriso, onde permanecerá à disposição da Justiça local. 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA