DIAMANTINO

Polícia

Foragido da Justiça por roubo qualificado tenta usar nome falso para escapar de prisão

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma apuração sobre tráfico de drogas no residencial Ana Carla, em Rondonópolis, levou policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), nesta quarta-feira (13), à prisão de um homem de 32 anos, foragido da Justiça por roubo qualificado. Contra ele havia um mandado de prisão, já com condenação de seis anos e seis meses em regime fechado, expedido pela 4a Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis.

Os policiais estavam no bairro para averiguar denúncia de tráfico de entorpecentes próximo a uma quadra do residencial, onde moradores vinham sendo intimidados por quem comanda a prática criminosa.

Os investigadores chegaram a uma residência, após informações de que no local há movimento constante de pessoas em busca de drogas. Na casa mora o homem que foi identificado como foragido da Justiça.

Após autorização da proprietária da residência, os policiais realizaram entraram no local e ao notar a equipe de investigação, o foragido tentou se esconder e se desfazer de porções de droga que estavam com ele. Ao ser abordado, o rapaz informou um nome divergente, tentando se passar por outra pessoa.

Leia Também:  Grupo que trabalhava em garimpo ilegal é preso com diamantes em MT

Nas buscas, os policiais civis localizaram porções de pasta base de cocaína em diversos cômodos da residência, além de embalagem e equipamentos para cortar as drogas e dinheiro.

Encaminhado à Derf, o suspeito voltou a dizer que seu nome era outra diferente daquele que consta no mandado de prisão. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e falsa identidade e teve o mandado de prisão cumprido.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil prende quatro traficantes com 47 porções de entorpecentes prontas para a venda

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT
 

Mais quatro traficantes foram presos pela Polícia Civil em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na manhã desta terça-feira (26.01), durante trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

A ação resultou na apreensão de 47 porções de entorpecentes, entre maconha e cocaína, embaladas e prontas para venda, na quantia de R$ 550 em trocado, balanças de precisão, além de diversos materiais utilizados para o comércio ilícito.

Os quatro jovens, de 19 a 24 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, resistência e desobediência, após serem abordados em uma residência no bairro Vila Cardoso.

Os policiais civis realizavam diligências quando identificaram um imóvel com intenso fluxo de pessoas usuárias, bem como um entra e sai constante de suspeitos utilizando uma moto Honda de cor azul.

Com base nas suspeitas o endereço passou a ser monitorado e constatada a presença de um suspeito fazendo uso de tornozeleira eletrônica, junto com outros indivíduos os quais revezaram na utilização da motocicleta.

Leia Também:  Justiça solta ex-diretores acusados de facilitarem entrada de freeezer recheado com 86 celulares na PCE-MT

Nesta terça-feira (26) ao avistarem grande movimentação na casa, os policiais civis realizaram a abordagem de três pessoas no local que tentaram fugir, porém foram detidas.

Durante buscas foram localizadas diversos rolos de papel filme, uma porção de maconha escondida no telhado. No interior da residência os policiais civis apreenderam uma porção de cocaína, máquina de cartão de crédito, 46 porções de maconha, R$ 550 em dinheiro e outros objetos usados para a prática criminosa.

Em entrevista um dos suspeitos contou que estava morando no local há pouco tempo, pois havia fugido da cidade de Juscimeira para não ser preso pois teria furtado uma loja de eletrodoméstico naquele município.

Ele também informou que outro comparsa estava na rua com a motocicleta, mas que este estaria para chegar. Passado certo tempo, o quarto indivíduo chegou no local com a moto e ao ser abordado o mesmo jogou no chão uma mochila e saiu correndo a pé pelo bairro.

Mesmo pulando alguns muros das residências e tentando se esconder em uma delas, o rapaz foi contido no cerco policial. Na ocasião foi identificado que o suspeito era quem vinha cometendo o tráfico de drogas por meio do aplicativo “whatsapp”.

Leia Também:  Moradora de Campo Novo faz B.O. contra babá que detém guarda de bebê (entenda o caso)

Diante dos fatos, os quatro jovens foram encaminhados para a Derf-Rondonópolis junto com os produtos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos os presos foram colocados à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA