Nacional

Paes conta com arrecadação desta semana para pagar folha de dezembro de 2020

Publicados

em


source
Prefeito do Rio conta com a arrecadação desta semana para quitar folha de pagamento de dezembro
Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Eduardo Paes

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o prefeito do Rio , Eduardo Paes reiterou nessa terça-feira, dia 5, que o governo ainda depende de Receitas de impostos que vai entrar nas contas da prefeitura está semana para quitar o salário de dezembro de 2020 do funcionalismo na próxima semana. A folha custa R$ 1,4 bilhões mensais (incluindo encargos) dos quais cerca de R$ 800 milhões para quitar o pagamento. O complemento do 13 salário , que só foi pago para quem ganha até R$ 4 mil pelo governo passado ainda segue sem data.

“O trabalho escravo no Brasil acabou há muito tempo. Ninguém pode trabalhar sem receber salário. Estamos acompanhando a entrada dos recursos. Não dá para em uma semana inventar recursos. Ou entram ou não”, disse Eduardo Paes, ao afirmar que queria passar um recado rápido aos servidores municipais cariocas .

O prefeito afirmou que, ao contrário do que ocorreu ao passar o cargo para Marcelo Crivella, no fim de 2016, não havia saldo em caixa no fim do ano para pagar salários do último mês. Ele, no entanto, não deu prazo para quitar o saldo do 13º.

Leia Também:  Impeachment de Alexandre de Moraes: petição tem quase 2 milhões de assinaturas

“O governo anterior só pagou o equivalente a um quinto da folha do 13º salário. Há uma realidade. Temos duas folhas salariais a pagar do ano passado (dezembro e 13º) que deveriam ser pagos com recursos de 2020. Mas a lambança está feita, todo mundo sabe a tragédia que antecedeu”, disse o prefeito, sem citar o nome do antecessor.

“Os recursos que entrarem em 2021 deveriam apenas quitar salários de 2021. Mas não deixaram dinheiro em caixa. Só temos R$ 69 milhões”, declarou.

O prefeito repetiu promessa de campanha de passa as a pagar no segundo dia útil. Mas não deu prazo para isso se efetivar.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Nacional

Bolsonaro decreta luto oficial de três dias por morte de Marco Maciel

Publicados

em


source
 Marco Maciel foi governador de Pernambuco, deputado, senador e o 22.º vice-presidente da República entre 1995 a 2003
Reprodução/Roque de Sá – Agência Senado

Marco Maciel foi governador de Pernambuco, deputado, senador e o 22.º vice-presidente da República entre 1995 a 2003

O presidente Jair Bolsonaro decretou luto oficial de três dias, em pesar pela morte do ex-vice-presidente da República Marco Antônio de Oliveira Maciel . A decisão está em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU).

Aos 80 anos, Marco Maciel convivia com a doença de Alzheimer desde 2014 e, em março deste ano, foi diagnosticado com covid-19. Ele voltou a ser internado esta semana devido a uma infecção bacteriana.

O velório ocorreu no salão Negro do Senado hoje (12), com sepultamento na Ala dos Pioneiros do Cemitério Campo da Esperança, em Brasília.


Além de ter sido senador por três períodos – de 1983 a 1991, de 1991 a 1994 e de 2003 a 2011 – ele foi vice-presidente da República nos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso, de 1995 a 1999 e de 1999 a 2003.

Leia Também:  MG: Rapaz esfaqueia ex-sogro e bate na ex-sogra por não aceitar separação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA