Nacional

Idoso é preso após realizar dezenas de disparos no posto de saúde

Publicados

em


source
Idoso realiza dezenas de disparos em posto de saúde
Divulgação: PM

Idoso realiza dezenas de disparos em posto de saúde

Um idoso de 63 anos foi preso pela Polícia Militar ao realizar dezenas de disparos dentro de um posto de saúde na tentativa de matar um médico. Uma enfermeira foi gravemente ferida na mão. O caso aconteceu na unidade de saúde de Santa Maria do Tocantins, na região centro-norte do estado.

Os tiros aconteceram na tarde da última quarta-feira (24). Segundo a polícia, o homem tinha um alvo, um dos médicos que atende no posto. Ademais, logo após disparar contra as pessoas, ele fugiu em uma caminhonete, mas foi encontrado pelo  3º Batalhão da Polícia Militar de Itacajá 45 minutos depois.

Agentes da polícia relataram que o homem estava transtornado e sob efeito de álcool. Ainda, o idoso portava uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e dezenas de munições intactas e deflagradas dos dois calibres. Um dispositivo que dispara flechas conhecido como “besta” e três flechas também foram apanhadas. 

Dentro da caminhonete havia um litro de cachaça e remédios de uso controlado. O atirador foi levado para a delegacia de Pedro Afonso, onde foi autuado em flagrante por dupla tentativa de homicídio qualificado, disparo de arma de fogo, ameaça e desacato.

O idoso foi encaminhado para o presídio de Guaraí, município de Tocantins.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nacional

SP: vacina e máscara serão exigidos nos desfiles de carnaval

Publicados

em


source
Será excluído do julgamento do Carnaval 2022 o quesito
Reprodução/iG Minas Gerais

Será excluído do julgamento do Carnaval 2022 o quesito “Harmonia” – Imagem Ilustrativa

A Prefeitura de São Paulo definiu o protocolo sanitário que deve ser seguido pelas escolas de samba de São Paulo nos desfiles no Anhembi.

O protocolo pede exigência do passaporte da vacina para o público, um pré-cadastro de componentes do desfile com o passaporte da vacina (exigência do passaporte da vacina para os desfilantes), o uso obrigatório de máscara para desfilantes e público, a redução do número de componente por escola e o controle de público na concentração e dispersão e recomendações para os ensaios técnicos e encontros nas quadras.

Além disso, foi definido que poderá haver o adiamento dos desfiles caso a situação epidemiológica da cidade de São Paulo se agrave nas próximas semanas.

Outra mudança para conter o avanço da influenza, coronavírus e suas variantes, é a exclusão do quesito “Harmonia”, que avalia se os componentes cantam o samba enredo. Como os integrantes das escolas de samba que irão participar dos desfiles terão que usar máscara, o uso dela não irá atrapalhar a competição.

Leia Também:  Prazo para inscrição no Enare termina hoje

Leia Também

Os chefes de ala que são responsáveis por conferir se as fantasias dos componentes estão completas também ficarão responsáveis por conferir o uso da máscara. O uso incorreto poderá levar à perda de pontos nos quesito “fantasia”.

O protocolo com as diretrizes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) foi desenvolvido após duas reuniões realizadas entre a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com a São Paulo Turismo (SP Turis), Secretaria Municipal da Cultura (SMC) e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU).

Os blocos de rua continuam cancelados na cidade de São Paulo. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA