Nacional

Facebook remove propaganda nazista postada por promotora do DF

Publicados

em


source
Promotora do Distrito Federal publicou propaganda nazista no Facebook
Reprodução/ Facebook

Promotora do Distrito Federal publicou propaganda nazista no Facebook


O Facebook informou na noite desta quarta-feira que removeu o conteúdo nazista publicado pela promotora Marya Olímpia Ribeiro Pacheco. As publicações foram feitas na página pessoal da servidora pública do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

“Não permitimos conteúdo que elogia, apoia ou representa o nazismo e removemos conteúdos violadores mencionados pela reportagem”, informou o Facebook, por meio de nota.

Todas as postagens de Marya foram feitas em 17 de setembro de 2016. Elas ainda constavam na página de Facebook da promotora na manhã desta terça-feira. No entanto, a servidora restringiu o acesso a seu perfil. As publicações foram reveladas pelo Congresso em Foco.

Entre as postagens de cunho nazista, havia exaltações ao Führer (líder, em português) e imagens da suástica. Em uma das publicações há a mensagem “Kämpft für führer und volk” (“lute pelo líder e pelas pessoas”, em tradução livre). Outra conclama os trabalhadores a serem soldados de Hitler.

Leia Também:  Festa clandestina com 180 pessoas é interrompida pela polícia em SP; assista

Marya é autodeclarada integrante da “milícia das mídias sociais” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ela postou em seu facebook um “crachá” de bolsonarista. A promotora também exibe nas redes sociais fotos ao lado do escritor Olavo de Carvalho.


Procurado pelo GLOBO, o Ministério Público não se manifestou. A instituição justificou “que se trata de rede social pessoal da promotora”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nacional

Entenda por que está fazendo frio em outubro

Publicados

em


source
Chuva e frio em São Paulo
Roberto Parizotti/FotosPublicas

Chuva e frio em São Paulo

Mesmo com a chegada da primaveira no dia 22 de setembro, o país vem registrando baixas temperaturas. Nos últimos dias, vários locais enfrentaram fortes chuvas e ventos . Esta alteração está ligada ao La Niña, fenômeno climático que impacta diratamente o Brasil. 

Na última quinta-feira (14), o MetSul divulgou a chegada no fenônome ao país. Ele é caracterizado pelo resfriamento das águas superficiais da faixa Equatorial do Oceano Pacífico. Esta alteração da temperatura é capaz aumentar a frequência de frentes fria no país. 

O La Niña impacta de forma diferente cada região do Brasil. Enquanto na Amazônia há um registro de chuvas mais abundantes e aumento das preciptações no Nordeste, no Sul, o período é de estiagem, podendo aferta a agricultura local. Não é possível antecipar o efeito do fenômeno na regiõe Sudeste e Centro-Oeste. 

Ainda segundo o MetSul, não se pode prever exatamente até quando o país sentirá os efeitos do La Niña. Ainda que existam período de trégua, a previsão indica que os dias de calor intenso devem começar somente em novembro.

Leia Também:  Festa clandestina com 180 pessoas é interrompida pela polícia em SP; assista

Os próximos dias permanecem frios e chuvosos para a capital paulista. Até quinta-feira (21), a máxima não deve ultrapassar os 19°C. O sábado (23) será um dia mais quente, podendo atingir os 28°C. Entretanto, a temperatura volta a cair no domingo (24). 

Leia Também

De acordo com a previsão, Mato Grosso do Sul, sul de Goiás e Minas Gerais terão dias mais firmes, com sol e elevação de temperaturas. 

A região Sul do país permanece com o tempo instável, com chuvas e sensação de frio. O calor só deve retornar em novembro, ainda assim, a previsão é que os termômetros não registrem temperaturas muito altas. 



COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA