Nacional

Detran do Ceará lança CNH Popular gratuita; veja os requisitos

Publicados

em


source
Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
Reprodução

Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

Durante uma live, o governador Camilo Santana anunciou, nesta quarta-feira (13), lançou oficialmente o Programa Carteira Nacional de Habilitação Popular, conhecido como CNH Popular de 2021. O projeto disponibiliza de 25 mil vagas em todo o estado.

Segundo Santana, os documentos serão entregues até 2022 e lembrou que o programa já habilitou 139 mil pessoas. Neste ano, serão 20 mil carteiras para o interior e outras 5 mil para Fortaleza. 

Quem pode se cadastrar?

  • Pessoas com deficiência;

  • Beneficiários do Programa Bolsa Família;

  • Pessoas Egressas do Sistema Penitenciário;

Como se inscrever?

  • Ir ao site do Detran (www.detran.ce.gov.br), depois clicar em “habilitação” e em “CNH popular”.

    Leia Também

  • Escolher a forma de acesso (primeira habilitação);

  • Informar seu CPF, em seguida confirmar. Depois, aparece um formulário que pedirá dados como contato e profissão.

  • Depois, é preciso anexar os documentos (comprovante de residência, identidade, NIS, CPF). Importante deixar o contato como telefone ou e-mail.

  • Após confirmado o cadastro pelo interessado, uma comissão vai analisar o pedido, e a pessoa pode acompanhar o status de seu pedido pelo próprio site.

  • O interessado vai receber informações sobre a situação do seu cadastro pelo seu e-mail e também no site do Detran. Nele haverá a situação do cadastro com uma tela de acompanhamento.

Leia Também:  Dia quente e seco nesta terça-feira em São Paulo

O programa acontece desde 2009 e possibilita o acesso das pessoas de baixa renda, gratuitamente, à obtenção da primeira CNH nas categorias A (moto) ou B (automóvel). O cadastramento só acontece pelo site oficial do Detran.


COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nacional

Entenda por que está fazendo frio em outubro

Publicados

em


source
Chuva e frio em São Paulo
Roberto Parizotti/FotosPublicas

Chuva e frio em São Paulo

Mesmo com a chegada da primaveira no dia 22 de setembro, o país vem registrando baixas temperaturas. Nos últimos dias, vários locais enfrentaram fortes chuvas e ventos . Esta alteração está ligada ao La Niña, fenômeno climático que impacta diratamente o Brasil. 

Na última quinta-feira (14), o MetSul divulgou a chegada no fenônome ao país. Ele é caracterizado pelo resfriamento das águas superficiais da faixa Equatorial do Oceano Pacífico. Esta alteração da temperatura é capaz aumentar a frequência de frentes fria no país. 

O La Niña impacta de forma diferente cada região do Brasil. Enquanto na Amazônia há um registro de chuvas mais abundantes e aumento das preciptações no Nordeste, no Sul, o período é de estiagem, podendo aferta a agricultura local. Não é possível antecipar o efeito do fenômeno na regiõe Sudeste e Centro-Oeste. 

Ainda segundo o MetSul, não se pode prever exatamente até quando o país sentirá os efeitos do La Niña. Ainda que existam período de trégua, a previsão indica que os dias de calor intenso devem começar somente em novembro.

Leia Também:  Copos, pratos e talheres de plástico estão proibidos em São Paulo

Os próximos dias permanecem frios e chuvosos para a capital paulista. Até quinta-feira (21), a máxima não deve ultrapassar os 19°C. O sábado (23) será um dia mais quente, podendo atingir os 28°C. Entretanto, a temperatura volta a cair no domingo (24). 

Leia Também

De acordo com a previsão, Mato Grosso do Sul, sul de Goiás e Minas Gerais terão dias mais firmes, com sol e elevação de temperaturas. 

A região Sul do país permanece com o tempo instável, com chuvas e sensação de frio. O calor só deve retornar em novembro, ainda assim, a previsão é que os termômetros não registrem temperaturas muito altas. 



COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA