Nacional

Brasileiro que denunciou racismo nos EUA é encontrado morto em San Francisco

Publicados

em


source
Brasileiro estava nos EUA desde 2018
Reprodução/Instagram

Brasileiro estava nos EUA desde 2018



O brasileiro Anderson Silva Sodre, conhecido como Ander Jackson, de 26 anos, foi encontrado morto em seu apartamento, nesta quarta-feira (4), na cidade de San Francisco. Natural de Sorocaba, Ander morava nos EUA desde dezembro de 2018. As informações são do G1

Conhecido por vídeos engraçados nas redes sociais, ele possuía 116 mil de seguidores no Instagram. No ano passado, o brasileiro denunciou um caso de racismo. De acordo com Ander, um casal chegou a expulsá-lo da residência onde trabalhava cuidando de seus filhos. “Fui chamado de lixo”, disse à época.


Família no Brasil

Segundo reportagem do G1, uma amiga de Ander soube da morte e passou o contato dos parentes do jovem para as autoridades. As causas estão sendo investigadas. Agora, a família do jovem tenta trazer o corpo para o Brasil.

Leia Também:  Motorista embriagado é preso ao dirigir carro sem volante em SC

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nacional

Vídeo mostra o momento em que carro cai de concessionária em São Paulo

Publicados

em


source
 Carro despencou de mezanino de concessionária em SP
Reprodução/Corpo de Bombeiros de São Paulo

Carro despencou de mezanino de concessionária em SP

Um vídeo registrado pelas câmeras de segurança mostra o momento exato em que o carro caiu de uma concessionária no Centro de São Paulo, na manhã dessa segunda-feira (27) . O acidente deixou três pessoas feridas.

Nas imagens, é possível ver as duas recepcionistas conversando até o carro cair em cima delas. Segundos depois, uma pessoa que estava próxima ao local do acidente corre em direção às vítimas para prestar socorro.

O motorista dirigia o automóvel no terceiro andar da loja quando o veículo despencou e atingiu a recepção do local , deixando duas mulheres gravemente feridas, informou o Corpo de Bombeiros.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, o condutor que causou a queda do veículo não tinha habilitação para dirigir. Ele foi resgatado e diagnosticado com múltiplas fraturas. 

O condutor conduzido ao Hospital das Clínicas. As duas recepcionistas que se feriram, uma de 19 anos e outra de 22, foram socorridas através do helicóptero Águia, da Polícia Militar. A mais jovem está internada em estado grave.

O caso é investigado pelo 77º DP como “lesão corporal culposa na direção de veículo automotor” e “dirigir sem permissão ou habilitação”.

Assista ao vídeo (imagens fortes):


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA