Nacional

Aos 116 anos, morre mulher mais velha do Brasil

Publicados

em


source
Mulher mais velha do Brasil, Antônia Santa Cruz
Reproducao: Facebook

Mulher mais velha do Brasil, Antônia Santa Cruz

Antônia Santa Cruz, considerada a mulher mais velha do Brasil, morreu neste domingo aos 116 anos e 217 dias. Ela também era a terceira mulher mais velha do mundo, segundo o grupo de pesquisa Gerontology Research Group (GRG).

De acordo com o portal Calila Notícias, a idosa faleceu em casa por causas naturais, após família relatar que ela reclamou de dores no corpo na noite de sábado (22).

A supercentenária estava acamada há um mês, sem nenhuma doença aparente. Ela foi velada na residência da família e o sepultada na tarde desta segunda-feira.

Na família de Dona Antônia, há mais centenários: uma das irmãs tem 107 anos, e o irmão caçula morreu há pouco mais de um ano, após completar 100 anos.

Leia Também:  356 pessoas foram assassinadas na Amazônia entre 2012 e 2020

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nacional

Blocos de rua em abril seriam inviáveis, diz secretário de Saúde do RJ

Publicados

em


source
Blocos de rua não devem desfilar em abril
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – 11.02.2018

Blocos de rua não devem desfilar em abril

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou, em entrevista ao Dia neste sábado (12), que não seria viável a realização de blocos de rua em abril, quando acontecerão os desfiles das escolas de samba no sambódromo da Marquês de Sapucaí e na Intendente Magalhães, adiados em fevereiro por conta do aumento de casos da Covid-19.

Apesar da única medida restritiva em vigor atualmente na cidade do Rio ser o comprovante de vacinação para entrar em ambientes de uso coletivo,  desde que a utilização de máscaras deixou de ser obrigatória também em locais fechadas, na última segunda-feira (7), o secretário falou que a organização para o desfile dos blocos depende de uma infraestrutura que demanda mais tempo para ser organizada.

“Os blocos de rua são uma situação muito mais complexa que só a pandemia. Tem que organizar toda a rede de saúde para poder ter o cuidado aos blocos de rua. Tem Comlurb, tem patrocinadores, tem várias situações que precisam ser vistas. Acho que não é viável fazer o bloco de rua por conta da infraestrutura, da organização, que leva muito tempo. Mas, isso não é a Secretaria de Saúde que decide”, explicou o secretário.

Leia Também:  Comissão da Câmara ouvirá família de Moïse em diligências no Rio

Em entrevista ao Dia na última quarta-feira (9), a Banda de Ipanema, blocos da Sebastiana e outras ligas já haviam sinalizado que não participarão do Carnaval em abril, por conta da dificuldade da realização dos desfiles. Os representantes destacaram que não há estrutura adequada e preparada no município para receber cerca de 500 blocos. Antes da pandemia, eram necessários de 45 a 60 dias de preparação, contando com auxílio do poder público na organização da cidade.

Com o cenário epidemiológico seguro, diferente dos blocos de rua, entre os dias 20 de e 1º de maio, serão realizados os desfiles das escolas de samba. Neste sábado, o Sambódromo volta a receber as escolas de samba. Para dar início aos trabalhos, três escolas da Série Ouro realizam seus ensaios técnicos: Em Cima da Hora, Império Serrano e Lins Imperial. Nesta ordem, as agremiações começam seus treinos às 19h, tendo duração de uma hora para cada. No domingo (13), é a vez do Grupo Especial, com Imperatriz, São Clemente e Portela realizando seus ensaios técnicos na Sapucaí.

Leia Também:  RJ: homem mata cachorro com 21 facadas

Leia Também

Calendário da RioTur com as datas para o Carnaval 2022

Desfiles – Sambódromo

  • 20/04 (Quarta-feira) – Série Ouro – Liga RJ;
  • 21/04 (Quinta-feira) – Série Ouro – Liga RJ;
  • 22/04 (Sexta-feira) – Grupo Especial – Liesa;
  • 23/04 (Sábado) – Grupo Especial – Liesa;
  • 24/04 (Domingo) – Desfile das Crianças – Aesm-Rio;
  • 26/04 (Terça-feira) – Apuração;
  • 30/04 (Sábado) – Campeãs – Liesa.

Desfiles – Intendente Magalhães

  • 20/04 (Quarta-feira) – Federação de Blocos;
  • 21/04 (Quinta-feira) – Grupo de Avaliação – Superliga;
  • 22/04 (Sexta-feira) – Grupo Bronze – Superliga;
  • 29/04 (Sexta-feira) – Grupo Prata – Superliga;
  • 30/04 (Sábado) – Grupo Prata – Superliga;
  • 01/05 (Domingo) – Grupo B+C – Livres.

Dias de eventos no Terreirão do Samba (ainda não divulgados)

  • 20/04 (Quarta-feira);
  • 21/04 (Quinta-feira);
  • 22/04 (Sexta-feira);
  • 23/04 (Sábado);
  • 30/04 (Sábado).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA