Mundo

Putin sofreu ataque frustrado há 2 meses, diz inteligência da Ucrânia

Publicados

em

source
Vladimir Putin, presidente da Rússia
Reprodução: commons

Vladimir Putin, presidente da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, teria escapado de um ataque frustrado há dois meses, após o início da guerra em 24 de fevereiro, informou o chefe de inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, Kyrylo Budanov.

A ação teria ocorrido na região do Cáucaso, que inclui territórios de Armênia, Azerbaijão, Geórgia e partes do sul da Rússia. Até agora, Moscou não comentou as informações.

“Houve uma tentativa não muito tempo atrás. Esta é uma informação não pública e uma tentativa absolutamente fracassada.

Mas realmente aconteceu há cerca de 2 meses”, disse Budanov em entrevista ao portal Ukrainska Pravda.

“Repito, esta tentativa foi mal sucedida e não houve publicidade sobre este evento, mas aconteceu”, acrescentou o ucraniano, explicando que a tentativa de assassinato foi feita após o início da invasão, em 24 de fevereiro, quando o presidente russo estava em viagem.

Leia Também:  Secretário da ONU vai a Moscou e pede cessar-fogo na Ucrânia

Recentemente, Budanov informou que “Putin está gravemente doente” em decorrência de um câncer e que um golpe já está em andamento na Rússia para removê-lo do poder. O Kremlin, no entanto, negou os rumores sobre a suposta doença.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mundo

Em ligação, Putin garante a Bolsonaro o envio de fertilizantes ao país

Publicados

em

source
Bolsonaro e Putin conversaram por telefone, diz Kremlin
Alan Santos/Presidência – 16/02/2022

Bolsonaro e Putin conversaram por telefone, diz Kremlin

O Kremlin informou que o presidente Jair Bolsonaro conversou por telefone com seu homólogo russo, Vladimir Putin, nesta segunda-feira (27).

A conversa entre os dois mandatários já havia sido anunciada mais cedo pela agência de notícias russa Tass. O objetivo era eles dialogassem sobre os resultados da cúpula de líderes do Brics, realizada na última semana.

Bolsonaro e Putin teriam falado ainda sobre a insegurança alimentar global —países do Ocidente culpam Moscou pelo agravamento da questão, algo que o Kremlin nega. Putin, disse um comunicado do governo russo, assegurou que continuaria fornecendo fertilizantes ao Brasil.

O presidente brasileiro viajou à Rússia poucos dias antes de se iniciada a Guerra da Ucrânia, em uma agenda diplomática controversa que recebeu críticas, por exemplo, dos Estados Unidos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA