Home Cidades Frei põe fotos de fiéis em bancos de igreja fechada em MT...

Frei põe fotos de fiéis em bancos de igreja fechada em MT durante pandemia do coronavírus

0

As missas públicas e atividades em grupo estão suspensas. Enquanto isso, frei reza por fieis e celebra missas pela internet.

Enquanto as missas com público estão suspensas, um frei de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, colocou fotos dos fieis e das famílias deles no bancos da Igreja Nossa Senhora Aparecida. Frei Luciano de Souza Santos adotou a medida durante o período de isolamento social devido à pandemia do Covid-19.

Segundo o sacerdote, a ideia é encher a igreja de fiéis que estão em casa rezando.

Mas ele afirma que gosta mesmo é de ter todos os dias os fiéis na igreja e de celebrar as missas, como de costume.

Ele explicou que se inspirou em um padre da Itália, que também fez isso na paróquia onde congrega. O padre pediu para que os fiéis mandassem fotos da família para que pudesse colocar nos bancos da igreja, onde semanalmente eles se sentariam.

Conforme decreto estadual, eventos e celebrações públicas e privadas foram suspensas para evitar a proliferação do coronavírus no estado. Com isso, as missas públicas e atividades em grupo foram suspensas.

Frei Luciano contou ao G1 que ao todo são 8,5 mil fotos de fiéis e familiares colocadas nos bancos. As fotos chegaram por e-mail e também foram colocadas embaixo da porta da igreja. Elas foram impressas na secretaria da instituição e anexadas nos bancos pelo próprio padre.

“As nossa celebrações sempre foram cheias de fiéis e, com essa pandemia do coronavírus, fomos solicitados a ficar em casa, mas como gostaríamos de manter nossas igrejas sempre cheias, nós imprimimos fotos dos fiéis e colocamos no banco. Assim a gente encheria a igreja e eles ficariam em casa”, contou o frei.

O frei ainda disse que todos os dias às 18h é rezada uma missa restrita. Na igreja ficam somente o Ministério de Música e uma equipe de transmissão.

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida recebeu fotos de moradores da cidade e também de outros municípios da região e até de outras localidades, segundo o frei.

Para o frei Luciano, o mais bonito da iniciativa é ver as histórias que os fiéis escrevem por e-mail quando enviam as fotos.

“O mais bonito de tudo isso são as histórias por trás das fotos. As pessoas escrevem a história da foto e suas necessidades, suas orações e preces. E a gente tem a oportunidade de entrar na vida delas através da fotografia das famílias, e com isso conhecer um pouquinho da luta, das esperanças e das alegrias de cada pessoa”, contou o frei.

Luciano de Souza Santos nasceu em Tangará da Serra. É filho de Rosa Helena da Silva Santos e Geraldo de Souza Santos.

Ele é membro da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos na qual ingressou em agosto de 2002 em Pimenta Bueno, em Rondônia, professando os Votos Religiosos em 2005. Entrou no Ordenado Sacerdote no dia 04 de dezembro de 2011.

G1

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta