Esportes

Zé Rafael completa 100 jogos pelo Palmeiras

Publicados

em


Poupado dos últimos quatro jogos do Verdão, Zé Rafael voltou a jogar na noite desta segunda-feira (22), contra o Atlético-GO, e completou a expressiva marca de 100 jogos desde que chegou ao Palmeiras, em 2019. Ao todo, são 56 vitorias, 28 empates e 16 derrotas, 12 gols marcados, 12 assistências e já tem no currículo os títulos do Campeonato Paulista (contra o Corinthians) e da Libertadores 2020 (sobre o Santos).

Com isso, o meia se juntou a outros dez jogadores que já ultrapassaram a barreira dos três dígitos de jogos. São eles: Raphael Veiga (108), Gustavo Gómez (115), Gustavo Scarpa (117), Mayke (118), Luan (129), Marcos Rocha (142), Weverton (157), Lucas Lima (162), Felipe Melo (179) e Willian (217).

Em suas últimas partidas, o camisa 8 vinha acumulando ótimas atuações. Nos 4 a 0 sobre o Corinthians, penúltima vitória no Allianz Parque, foi responsável por participar de dois dos quatro gols do Palmeiras da goleada, válida pelo Campeonato Brasileiro: foi ele que passou a bola para Willian e Viña concederem assistências, pela ordem, para o segundo e para o terceiro gol do Verdão naquela partida (marcados por Luiz Adriano e por Raphael Veiga), após receber, respectivamente, de Danilo e de Luan.

  Lucas Lima tem temporada com gols e liderança em passes para finalizações

Leia Também:  Neymar não será capitão da Seleção na Copa América; Tite vai entregar faixa a Daniel Alves

Foram muitas as participações de Zé Rafael ativamente junto ao time nesta temporada. Apenas na Copa do Brasil 2020, foram dois passes a gol, o que faz dele o líder isolado no quesito na atual edição do torneio, à frente de Viña, Gabriel Veron, Lucas Lima, Marcos Rocha e Felipe Melo, todos com um passe a gol cada na competição.

O jogador também aparece bem em outro quesito: na atual temporada, está no top 6 da artilharia do clube, na sexta colocação, com cinco gols, ao lado de Patrick de Paula e de Gustavo Gómez.

Além disso, o meia se destaca também em três fundamentos individuais na temporada atual. Mesmo sem jogar nas quatro partidas anteriores, ele iniciou a rodada como o líder isolado dentre os palmeirenses do atual elenco em dribles, com 41 fintas completas, seguido de Rony, com 32; iniciou também como o segundo colocado no ranking de desarmes com 109 roubos de bola, atrás de Marcos Rocha, com 123 e, além disso, na atual temporada, o camisa 8 abriu a 37ª rodada como o quinto colocado do time em assistências no ano, com sete passes a gol, e atrás de Viña e de Gustavo Scarpa (empatados em terceiro, com oito), Rony (segundo, com nove) e Gabriel Menino (líder, com dez). No Brasileirão de 2019, ele foi o vice-líder do time com cinco passes a gol, atrás apenas de Dudu, com 11.

Leia Também:  Fortaleza acerta com atacante Ronald, craque da taça das favelas 2019 para o sub -20

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Marcelo Cabo é apresentado como o novo técnico do Vasco

Publicados

em

 

Na manhã desta terça-feira (02/03), o técnico do futebol profissional Marcelo Cabo foi apresentado oficialmente pelo Club de Regatas Vasco da Gama, em coletiva de imprensa virtual realizada em São Januário, que contou ainda com a participação do Diretor Executivo de Futebol, Alexandre Pássaro.

O novo comandante chegou ao estádio acompanhado de seu filho e auxiliar, Gabriel Cabo, e foi recebido pelo 1º Vice-Presidente, Carlos Roberto Osório, pelo Vice-Presidente de Responsabilidade Social e História, Horácio Junior, e pelo historiador Walmer Peres. Marcelo realizou um tour pela Colina Histórica, visitou o Ginásio onde jogou quando foi atleta de futsal do Clube e conheceu o Salão de Troféus na companhia de Alexandre Pássaro.

Marcelo Cabo chega a São Januário(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Após o tour, Marcelo Cabo recebeu sua carteirinha de Sócio Gigante e concedeu entrevista coletiva, transmitida ao vivo pela Vasco TV. Confira alguns trechos.

– É uma alegria muito grande voltar a São Januário, voltar para o clube onde vivi bons momentos como atleta e agora espero viver bons momentos como treinador. Quero agradecer ao Presidente e a toda diretoria pelo convite para essa missão que será capitanear o Vasco na temporada de 2021. – afirmou o técnico.

Marcelo Cabo visita o ginásio de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Perguntado sobre a disputa da Série B e reforços, Marcelo Cabo, campeão com o Atlético-GO em 2016 e vice campeão com o CSA em 2018, contou sobre a sua experiência na competição e o planejamento que começa a ser traçado com a diretoria.

  Vasco começa na frente, mas o Mengão reage e de virada vence por 2 a 1

 

Leia Também:  Flamengo derruba todas as instalações irregulares do Ninho do Urubu

– Eu tenho dois acessos em um espaço curto de tempo. Essa vai ser minha sexta vez na segunda divisão, tenho conhecimento pleno da competição e vou dizer com convicção: o Vasco vai apenas passar pela Série B. Com certeza vamos trabalhar bastante para que no final da temporada a gente dê essa alegria ao torcedor que é o retorno à Série A. Também vamos disputar o Carioca, temos a Copa do Brasil, mas a grande e maior meta é o Campeonato Brasileiro.

– É claro que teremos uma reformulação, vamos sentar e ver o que é preciso repaginar. Vamos criar novos mecanismos para que tenhamos uma equipe competitiva com conquista para o Vasco neste ano. Eu inicio meu trabalho no Vasco hoje, junto com a diretoria, junto com o Pássaro, para que a gente possa pautar e planejar essa temporada de 2021. O torcedor vascaíno pode ter certeza, dentro do que o Vasco pode fazer, teremos uma equipe competitiva que vai entrar nas competições e buscar conquistas, que é o que o Vasco sempre fez na sua história.

Presidente Jorge Salgado recebe Marcelo Cabo e seu filho Gabriel Cabo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Além do passado como atleta do Clube, Marcelo Cabo convive diariamente com o amor ao Vasco dentro de casa. Duda, sua filha, é torcedora do Gigante da Colina e viralizou na internet ao comemorar a chegada do pai ao time do coração. O técnico contou que teve o apoio da família para voltar ao Rio de Janeiro e aceitar esse desafio do Vasco.

Leia Também:  Ceará se reapresenta em Porangabuçu e inicia preparação para partida contra o Internacional

  Sub-20 do Vasco vence o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro

 

– A reação da Duda foi maravilhosa, vi a alegria dela quando eu recebi o contato do Vasco. Também conversei com a família, tive a decisão de vir pautada na família porque a gente tem que se mudar, mudar de estado, voltar pra cidade natal, mas a Duda ficou muito alegre. Um dia eu falei pra ela: “Papai vai trabalhar bastante pra um dia treinar o seu time do coração.” Aceitei esse convite com muita alegria e a gente espera fazer um grande trabalho. Não só a Duda, toda família está muito feliz com essa volta à São Januário.

Marcelo Cabo visita Salão de Troféus de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Sobre a utilização dos meninos da base, Marcelo Cabo foi pontual ao dizer que eles serão utilizados, mas com sabedoria e estudo em um trabalho integrado com o Carlos Brazil, Diretor do Futebol de Base.

– O Vasco sempre foi um clube que revelou muitos jogadores. costumo dizer que a base, em um time com o tamanho do Vasco, é o oxigênio do clube. O Carlos Brazil é um companheiro que eu conheço há muito tempo e vamos trabalhar de forma integrada. Quero parabenizar o trabalho feito na base do Vasco da Gama, a gente vem ao longo desses anos acompanhando as conquistas e a gente sim, vai usar a base, mas com muito critério, com muito ajuste, pra gente poder potencializar esses jogadores e no momento certo trazer os frutos que a gente espera deles na equipe principal.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA