Esportes

Real Madrid é campeão europeu com gol de Vini Jr e brilho de Courtois

Publicados

em

O Real Madrid é campeão europeu pela 14ª vez. Neste sábado (28), a equipe espanhola derrotou o Liverpool (Inglaterra) por 1 a 0, no Stade de France, em Saint-Denis (França), na decisão da Liga dos Campeões. Os merengues possuem, agora, o dobro de conquistas do Milan (Itália), segundo maior vencedor do principal torneio de clubes do planeta.

O time madridista conta com cinco jogadores brasileiros: o lateral Marcelo (que ficou no banco), o zagueiro Éder Militão, o volante Casemiro e os atacantes Rodrygo (que entrou no fim do segundo tempo) e Vinícius Júnior. Foi deste último o gol do título, no começo da etapa final. Do quinteto, Marcelo e Casemiro chegaram à quinta conquista de Champions da carreira, enquanto os demais venceram a competição pela primeira vez.

O protagonista da decisão na França foi Thibaut Courtois. O goleiro belga fez pelo menos cinco grandes defesas, duas no primeiro tempo e três no segundo, segurando a pressão do Liverpool. Os ingleses finalizaram 23 vezes, contra somente três dos espanhóis.

A bola começou a rolar com atraso de quase 40 minutos. Segundo a União das Associações Europeias de Futebol (Uefa, na sigla em inglês), o início da partida foi adiado por “motivos de segurança”, sem mais detalhes. Do lado de fora do estádio, torcedores do Liverpool, sem ingresso, tentaram invadir o estádio e causaram tumulto. A explicação só foi dada já com o jogo em andamento, no telão do Stade de France.

Leia Também:  Basquete: São Paulo é campeão da Champions League das Americas

O show da cantora Camila Cabello, também iniciado com atraso, antecedeu uma primeira etapa dominada pelo Liverpool, que forçou Courtois a duas grandes defesas em tentativas dos atacantes Mohammed Salah e Sadio Mané (que ainda foi no travessão). Pouco antes do intervalo, porém, foram os espanhóis que quase saíram na frente. Em lance confuso na área, o atacante Karin Benzema balançou as redes, mas o gol foi anulado por impedimento.

Na volta do intervalo, não teve “quase”. Apesar dos ingleses se manterem no campo de ataque, o Real Madrid abriu o placar. Aos 13 minutos, o meia Federico Valverde bateu cruzado e Vinícius Júnior, às costas do lateral Trent Alexander-Arnold, apareceu na esquerda e completou para as redes. Foi o 22º gol do brasileiro em 52 partidas na temporada.

A pressão dos ingleses se intensificou, mas havia Courtois na meta merengue. O belga salvou os madridistas com três defesas impressionantes. Na principal delas, aos 36 minutos, o goleiro defendeu uma finalização cruzada de Salah, quase na pequena área, pela direita. De forma desordenada, o Liverpool insistiu atrás do empate, sem sucesso, para explosão da torcida espanhola em Saint-Denis.

Leia Também:  BC europeu sobe juros em 0,50 ponto percentual, maior alta em 22 anos

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Mengão vence Athletico-PR, com golaço de Pedro e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

Publicados

em

O Flamengo foi até a Arena da Baixada e venceu o Athletico-PR por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (17,08) e avançou para as semifinais da Copa do Brasil.

O gol do Mengão foi marcado por Pedro, no início do segundo tempo. Agora, o Rubro-Negro aguarda seu adversário, que sairá do confronto entre São Paulo e América-MG.

O jogo

O Flamengo começou a partida tomando a iniciativa de ficar com a bola, trocando passes no campo ofensivo. Aos seis minutos, o Mais Querido criou a primeira boa oportunidade. Arrascaeta dominou na intermediária, limpou a jogada e bateu para o gol. A bola passou por cima do travessão.

O Athletico parava o jogo com muitas faltas, dificultando a saída de bola do Fla. Na reta final da primeira etapa, o time rubro-negro voltou a crescer na partida e ocupava o campo de ataque em busca de espaços na defesa paranaense. Aos 38’, Everton Ribeiro lançou Gabigol pela direita, o atacante cruzou na área e Arrascaeta cabeceou para fora.

Aos 41’, Arrascaeta ajeitou para Gabigol soltar a bomba de canhota. Bento espalmou para escanteio. O Flamengo foi melhor na etapa inicial, porém o placar não saiu do zero.

Leia Também:  RedeTV! dispensa campeã do MasterChef um mês após ser contratada

O segundo tempo começou com o mesmo panorama do primeiro: o Flamengo dominando as ações e o Athletico fechado atrás esperando para descer no contra-ataque. Aos 6’, Rodinei recebeu de Everton Ribeiro e bateu cruzado. Bento deu rebote para o meio da área e Fernandinho fez o corte.

De tanto insistir, o Mengão abriu o placar com um golaço! Rodinei foi na linha de fundo e cruzou na pequena área. Pedro apareceu livre para emendar uma linda bicicleta, sem chances para o goleiro: 0 a 1.

Após o gol, o Athletico passou a sair mais para o ataque, deixando o jogo mais aberto. Aos 29’, Pedro arrancou em velocidade, ficou cara a cara com o goleiro e rolou para Gabi, que chutou na trave. Ótima oportunidade desperdiçada.

Nos minutos finais, o Athletico pressionou em busca do empate, mas o Fla conseguiu se segurar e saiu de campo com a vitória e a classificação garantida para a semifinal.

Próximo compromisso

O Mais Querido volta a campo no domingo (21) para enfrentar o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia Também:  Renault Zoe ganha discretas mudanças na linha 2022 no mercado europeu

FICHA TÉCNICA: 

ATHLETICO-PR 0 x 1 FLAMENGO

Competição: Copa do Brasil – jogo de volta das quartas de final

Data e hora: 17 de agosto de 2022 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Terans, Fernandinho, Hugo Moura (ATH); João Gomes (FLA) Gol: Pedro, aos 11 minutos do primeiro tempo (FLA)

ATHLETICO: Bento; Matheus Felipe (Cuello), Thiago Heleno e Pedro Henrique; Khellven, Erick, Hugo Moura (Vitor Bueno), Fernandinho e Abner; Terans (Vitinho) e Pablo (Canobbio). Técnico: Luiz Felipe Scolari

FLAMENGO: Santos, Rodinei, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes, Vidal (Victor Hugo), Arrascaeta (Diego) e Everton Ribeiro (Pablo); Gabigol (Everton Cebolinha) e Pedro (Lázaro). Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA