Esportes

Procuradoria do STJD denuncia Cruzeiro e Grêmio por cantos homofóbicos

Publicados

em

Cruzeiro e Grêmio foram denunciados nesta segunda-feira (23),  pela Procuradoria de Justiça Desportiva, por cantos discriminatórios entoados por torcedores no último dia 8, na vitória do time mineiro por 1 a 0, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, realizada no Estádio Independência, em Belo Horizonte. A Raposa também foi denunciada por não prevenir e reprimir o arremesso de objetos no campo. A sessão de julgamento será às 13h (horário de Brasília) da próxima segunda-feira (30), com transmissão ao vivo no site do STDJ.

Quem mais pode se prejudicar com a denúncia é o Cruzeiro. Entre as penas previstas no Código Brasileiro de Justiça Desportivo (CBJD) – parágrafo 1º do artigo 243-G – o time vitorioso pode perder os três pontos previstos no regulamento da competição se comprovada a infração cometida “simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva”.

Em nota, a Procuradoria afirmou que recebeu notícias de infração (NI) denunciando cantos homofóbicos entoados tanto por torcedores do Cruzeiro (Arerê, Gaúcho dá o c* e fala tchê), quanto por tricolores (Maria joga vôlei). 

Leia Também:  Flamengo abre diálogo e vai se reunir com famílias de Vitor Isaías e Bernardo Pisetta na próxima semana

O artigo 243-G do CBJD trata da prática de ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência. A pena varia de suspensão de cinco a dez partidas – se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica – a  suspensão pelo prazo de 120 a 360 dias,  por qualquer outra pessoa. Além disso, o clube pode receber multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Já os torcedores infratores que forem identificados “ficarão proibidos de ingressar na respectiva praça esportiva pelo prazo mínimo de setecentos e vinte dias”, de acordo com o que prevê o parágrafo 2º do artigo 243-G.

Na súmula da partida Cruzeiro x Grêmio, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza relatou o arremesso de objetos no gramado.

“Cumpro informar que aos 27 minutos do primeiro tempo, após a marcação do gol da equipe do Cruzeiro SAF, foi arremessado dois copos de cervejas dentro do campo de jogo, um no meio de campo próximo onde se encontrava o banco de reservas da equipe do Grêmio RS e outro atrás do gol da equipe visitante próximo aos fotógrafos. Informo ainda que ambos vieram de onde se encontrava a torcida do Cruzeiro SAF”, escreveu o juíz 

Leia Também:  Servidora do MEC confirma a senadores que relatou denúncia ao ministro

O artigo 213 do CBJD preve multa de R$ 100 a R$ 100 mil quando se “deixa de tomar providências capazes de prevenir e reprimir o lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Corinthians empata em 0 a 0 com o Santos na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro

Publicados

em

O Corinthians voltou a enfrentar o Santos na Neo Química Arena, neste sábado (25), em disputa pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo truncado, o Time do Povo empatou em 0 a 0 com a equipe da baixada santista.
Com a igualdade do placar, o Timão agora tem 26 pontos na tabela da competição e segue na vice-liderança.
A próxima partida do Corinthians será na terça-feira (28), também na Neo Química Arena. O Timão enfrenta o Boca Juniors-ARG pela partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL  Libertadores.
Escalação
O técnico Vítor Pereira definiu a seguinte equipe para iniciar a partida: Cássio; Rafael Ramos, Robert Renan, Raul Gustavo e Fábio Santos; Cantillo, Du Queiroz e Roni; Adson, Felipe e Gustavo Mantuan. Durante a partida entraram: Willian, Giuliano, JR. Moraes, Fagner e Lucas Piton. E ainda ficaram à disposição no banco de reservas: Ivan, João Pedro, Biro, Matheus Araújo, Bruno Mendez, Bruno Melo e Xavier.
Primeiro Tempo
O jogo começou com as duas equipes se estudando nos primeiros minutos de jogo. A posse de bola ficou equilibrada, com ambos os lados buscando espaços.
Aos 10 minutos, em um contra-ataque, o Santos chegou pela primeira vez. O atacante, cara a cara com Cássio, chutou pra fora – de toda forma, o árbitro assistente levantou a bandeira assinalando impedimento no lance. Aos 16, novamente o adversário chegou, e Cássio fez uma bela defesa, mandando a bola para escanteio.
Aos 18 minutos, o Corinthians chegou pela primeira vez. Adson fez o passe para Du Queiroz, que cortou e chutou de fora da área, a bola foi por cima do gol.
Aos 20 minutos, o árbitro marcou uma falta perigosa contra o Corinthians. Na cobrança, o atleta do Santos chutou e mandou pra fora. Aos 26 minutos, Mantuan cobrou falta na entrada da área e a bola foi para fora.
O Timão chega novamente! Aos 33 minutos, Mantuan, pela esquerda, fez o passe para Du Queiroz, que estava mais centralizado; o camisa 37 arriscou de fora da área e a bola foi por cima do gol.
O Santos arriscou mais uma vez de fora da área, aos 41 minutos. A bola ficou de fácil defesa para o goleiro Cássio. O árbitro deu um minuto de acréscimo.
Segundo Tempo
Antes de iniciar o segundo tempo, o técnico Vítor Pereira fez a primeira mudança dupla no Timão: saíram Gustavo Mantuan e Du Queiroz e entraram Willian e Giuliano.
Logo aos três minutos, primeira chegada com perigo do Timão. Willian tabelou com Giuliano. O camisa 11 chutou a bola, que passou pelo gol e saiu pela linha de fundo. A Fiel se agitou após o lance. Aos sete, Adson tocou para Rafael Ramos, que chutou cruzado; a bola passou muito perto do gol do Timão!
O Santos respondeu dois minutos depois, com um chute na entrada da área. A bola desviou e a equipe da baixada santista ganhou escanteio.
O técnico Vítor Pereira fez mais uma alteração aos 10 minutos. Saiu Felipe e entrou JR. Moraes. Cinco minutos depois, mais uma alteração: saiu Rafael Ramos e entrou Fagner.
Aos 21 minutos, Willian escorou para Giuliano, que tentou um voleio, mas a bola ficou fácil para a defesa santista. Dois minutos depois, foi a vez de Roni fazer o goleiro adversário trabalhar, em uma jogada bem arquitetada pelo ataque do Timão. O Alvinegro ganhou escanteio. Neste meio tempo, o Corinthians mexeu pela última vez na partida: saiu Roni e entrou Lucas Piton.
O jogo ficou truncado no meio de campo por muitos minutos, com muitas interrupções.
O árbitro deu cinco minutos de acréscimo. Fim de jogo na Neo Química Arena, empate em 0 a 0.
Próximo Jogo
O Corinthians volta a campo na próxima terça-feira (28), às 21h30, na Neo Química Arena, para enfrentar a equipe argentina do Boca Juniors, pela partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL Libertadores.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Racismo: Defesa denuncia ameaça e pede perícia em celular de vereador

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA