Entretenimento

Rachel Sheherazade processa Silvio Santos em R$ 30 milhões

Publicados

em


source
Rachel Sheherazade pode deixar o SBT
Reprodução/SBT

Rachel Sheherazade pode deixar o SBT

Rachel Sheherazade  relatou, em setembro de 2020, que ficou sabendo de sua demissão do SBT por um e-mail. Em rebate ao ato, há um mês, a jornalista acionou a justiça contra a empresa de Silvio Santos , exigindo indenização de R$ 30 milhões.  

Segundo informações do jornal Extra, mesmo sendo contratada como pessoa jurídica, Rachel alega que tinha obrigações como qualquer funcionário de carteira assinada, como plantões, horas extras, jornadas maiores nos 11 anos que ficou na empresa, entre outras funções.

Rachel foi demitida do SBT em setembro de 2020, à época, ela recebia R$ 200 mensalmente, além dos R$ 30 mil de auxílio moradia. Avisada por e-mail do desligamento, a jornalista não pôde se despedir dos telespectadores, muito menos dos colegas de redação.

Anteriormente queridinha de Silvio Santos, Rachel Sheherazade perdeu o favoritismo quando começou a refutar as atitudes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na bancada do principal noticiário da emissora. 

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Entretenimento

Marcelo Adnet pede R$ 80 mil de indenização por danos morais a Mario Frias

Publicados

em


source
Marcelo Adnet e Mario Frias
Reprodução/Instagram

Marcelo Adnet e Mario Frias

Marcelo Andet abriu um processo por danos morais contra o secretário especial da Cultura Mario Frias . O humorista pede uma indenização de R$ 80 mil após ser ofendido pelo ator nas redes sociais. Segundo o Uol, a ação foi protocolada na 5ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, na última segunda-feira (3).

O comediante entrou com o processo por ter sido alvo de ataques de Mario Frias após fazer uma paródia. O humorista fez piada com a campanha em vídeo “Um Povo Heroico”, que é estrelada pelo secretário da Cultura e foi vinculada no feriado de 7 de setembro de 2020.

Após a exibição da paródia, Mario Frias fez publicações nas redes sociais criticando Adnet. “Agindo como se fosse um ser do bem, quando na verdade não passa de uma criatura imunda, cujo o adjetivo que devidamente o qualifica não é outro senão o de crápula. Um Judas que não respeitou nem a própria esposa traindo a pobre coitada em público por pura vaidade e falta de caráter”, postou o ator.

Leia Também:  Cesar Filho desmente que está em estado grave de Covid-19: "Não piorei"

“Um palhaço decadente que se vende por qualquer tostão, trocando uma amizade verdadeira, um amor ou sua história por um saquinho de dinheiro e uma bajulada no seu ego infantil e incapaz de encarar a vida e suas responsabilidades morais”, continua a publicação.

Os advogados do humorista argumentam que o cliente deles não fez um discurso de ódio ou intolerante que justifique a reação do secretário da Cultura. “A reação do Mario Frias foi completamente desproporcional diante da piada que foi feita pelo Marcelo Adnet, onde não teve xingamento, ofensa à honra ou à intimidade. Só fez graça como fazem com Silvio Santos, Faustão, Galvão Bueno, são pessoas públicas que estão sujeitas a esse tipo de piada”, diz o advogado Ricardo Brajterman.

Marcelo Adnet pede uma indenização de R$ 80 mil por danos morais e também a retirada da publicação das redes sociais, com multa de R$ 10 mil por dia caso a determinação não seja cumprida. Além disso, caso o humorista vença a ação, Mario Frias terá que publicar e divulgar nas redes sociais uma retratação.

Leia Também:  Anitta e sua mãe estrelam campanha de marca de lingerie
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA