É Direito

Presidente do TSE apresenta na próxima segunda (29) resultado do Teste Público de Segurança 2021

Publicados

em


Na próxima segunda-feira (29), às 16h, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, anunciará, em entrevista coletiva, o resultado da sexta edição do Teste Público de Segurança (TPS) do Sistema Eletrônico de Votação. Também estarão presentes o secretário de Tecnologia da Informação, Julio Valente, e o juiz auxiliar da Presidência do TSE Sandro Vieira.

Os jornalistas que quiserem participar da coletiva devem se cadastrar até este sábado (27), às 16h. Para o cadastro, os profissionais de imprensa devem enviar nome completo, nome do veículo, número da identidade e telefone celular para o e-mail [email protected]. No assunto da mensagem, o interessado deve indicar “coletiva TPS”.

Em virtude da pandemia de Covid-19, haverá limite de dois profissionais por emissora de TV, um por emissora de rádio e dois por veículo de mídia digital, agência de notícias e mídia impressa. O evento também poderá ser acompanhado em tempo real pelo canal do Tribunal no YouTube.

TPS 2021

Durante esta semana, 26 investigadoras e investigadores se reuniram no TSE para executar 29 planos de ataque aos equipamentos e sistemas desenvolvidos pelo Tribunal para serem usados nas Eleições Gerais de 2022. Nesta sexta edição, a pedido de uma equipe de peritos da Polícia Federal, o Teste será prorrogado por mais um dia e se encerrará no sábado (27). O objetivo do TPS é corrigir, antes do pleito do próximo ano, eventuais vulnerabilidades nos softwares e hardwares que venham a ser identificadas pelos participantes do evento.

Leia Também:  Sistema Digital de Atermação da JFRS vence Prêmio de Inovação

O TPS contempla ações controladas para identificar vulnerabilidades e falhas relacionadas à violação da integridade ou do anonimato dos votos de uma eleição. Por meio da iniciativa, a Justiça Eleitoral conta com o apoio da sociedade para fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança da captação e da apuração dos votos, além de propiciar melhorias no processo eleitoral.

IC/LC, DM

Leia mais:

24.11.2021 – TPS 2021: Comissão Avaliadora recebe informações sobre “achados” dos investigadores

25.11.2021TPS 2021: Comissão Avaliadora examinará potencial de planos de ataque com .achados.

26.11.2021 – TPS 2021: participantes fazem últimas tentativas de planos de ataque

Fonte: TSE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É Direito

Confira as datas em que poderão ocorrer eleições suplementares em 2022

Publicados

em


Os dias em que poderão acontecer eleições suplementares em 2022 foram estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por meio da Portaria TSE nº 685/2021, publicada em 21 de outubro do ano passado. Cabe a cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcar, em uma dessas datas preestabelecidas, as novas eleições nas localidades sob sua jurisdição em que o chefe do Poder Executivo tenha tido o mandato cassado por decisão definitiva da Justiça Eleitoral.

São oito ocasiões ao longo do ano nas quais a logística da Justiça Eleitoral estará mobilizada para a realização dos pleitos e para a captação e totalização dos votos. Assim, em 2022, poderão ocorrer eleições suplementares nos dias 23 de janeiro, 13 de fevereiro, 13 de março, 3 de abril, 15 de maio, 5 de junho, 27 de novembro e 11 de dezembro.

A lista das cidades que terão eleições suplementares em cada uma dessas datas de 2022 pode ser consultada no Portal do TSE na internet. As informações sobre os candidatos podem ser acessadas por meio da plataforma do DivulgaCandContas. Basta clicar em “Eleições Municipais 2020” no canto superior direito e, no menu que se abrir, selecionar “Suplementares” e informar o ano eleitoral de referência e o estado em que o município se localiza.

Leia Também:  Representantes do TSE conhecem experiências de combate ao sub-registro no Rio de Janeiro

Até o momento, a primeira eleição suplementar do ano está marcada para o dia 13 de março, no município fluminense de Itatiaia, na qual concorrem cinco candidatos ao cargo de prefeito.

RG/LC, DM

Fonte: TSE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA