É Direito

As Minas Gerais pelo olhar dos trabalhadores do TRE-MG

Publicados

em


Mineiridade, acolhimento e pertencimento são palavras – ou seriam sentimentos? – que descrevem perfeitamente a relação do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) com o estado e com seus cidadãos. Dos 300 anos de história de Minas – comemorados em dezembro de 2020 -, a Justiça Eleitoral participou de 80. E, ao longo desse tempo, a atuação do TRE-MG, por meio da dedicação de seus servidores e colaboradores, vem permitindo aos mineiros exercer o direito ao voto com tranquilidade e segurança, bem como escolher os governantes que conduzem os rumos das cidades, do estado e da nação.

Mineiridade, acolhimento e pertencimento também traduzem a identificação dos servidores e colaboradores do TRE-MG com a Justiça Eleitoral e com as terras mineiras. Esse olhar do povo sobre a sua terra foi representado nas fotos inscritas em um concurso organizado pelo Tribunal em 2016, intitulado “Retratos da Mineiridade”.

A competição reuniu 104 imagens capturadas pelos trabalhadores do TRE-MG, que foram expostas no Anexo I do Tribunal. Uma comissão formada por servidores foi encarregada de selecionar as 12 imagens que ilustraram o calendário de 2017, distribuído pelo Tribunal. Os autores das três melhores fotografias foram premiados: Heleno Oliveira, em primeiro lugar; Antônio Pastl, em segundo; e Geni Lobato, em terceiro.

Leia Também:  Plenário confirma validade de lei que autorizou criação da Ebserh

Segundo Heleno Oliveira, autor da foto ganhadora do concurso, intitulada “Praça Minas Gerais, Mariana (MG)”, sua inspiração foi a imponência da arquitetura barroca. “Tentei retratar a imponência das construções barrocas da Praça Minas Gerais, com destaque para as igrejas de São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Carmo, utilizando o recurso de longa exposição para obter o efeito de rastro de luzes”, explica.

As imagens inscritas no concurso também deram origem a um catálogo, uma exposição e uma série de posts na página do TRE-MG no Facebook. Mais que uma disputa, o concurso foi uma forma de homenagear o mineiro, seu olhar, seu sentimento, tudo aquilo que Minas Gerais inspira. Foi uma maneira de mostrar o orgulho da terra e de ser a cara da Justiça Eleitoral no estado.

O TRE-MG vê no seu corpo de servidores e colaboradores uma parte muito valiosa de seu patrimônio. A dedicação, o esforço e a competência de cada um, tanto no atendimento ao público externo como nas atividades relacionadas às eleições e nas demandas administrativas, são os meios pelos quais o Tribunal cumpre a sua missão institucional de garantir a legitimidade do processo eleitoral e assegurar a liberdade dos cidadãos de Minas nas urnas. Liberdade que corre no sangue dos mineiros e anda de mãos dadas com a democracia.

Leia Também:  Servidora do TRE-SC ingressou na Justiça Eleitoral inspirada pela mãe

Saiba mais sobre a Justiça Eleitoral nos 300 anos de Minas Gerais.

RG/LC, DM com informações do TRE-MG

Fonte: TSE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É Direito

Webinar “Supremo Tribunal Federal 4.0: uma Visão de Futuro” discutirá novas tendências do STF

Publicados

em


Webinar “Supremo Tribunal Federal 4.0: uma Visão de Futuro” discutirá novas tendências do STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, participa, nesta segunda-feira (1º), da abertura do webinar gratuito “Supremo Tribunal Federal 4.0: uma Visão de Futuro”, promovido pela Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) na segunda (1º), a partir das 10h, e na terça-feira (2), a partir das 9h.

A coordenação do webinar é do secretário-geral da Presidência do STF, juiz federal Pedro Felipe Santos, e do secretário de Altos Estudos, Pesquisas Jurídicas e Gestão da Informação do STF, Alexandre Freire. Segundo ele, a proposta é apresentar reflexões sobre as novas tendências da Corte, como os julgamentos virtuais, o papel da conciliação e da mediação e a redefinição do STF como uma Corte de precedentes, e não um tribunal de causas. Outro ponto a ser abordado são as iniciativas de modernização, com a implementação do laboratório de inovação.

Além do ministro Barroso, que fará a palestra de abertura com o tema “O Supremo Tribunal Federal: uma Visão de Futuro”, participam do evento o secretário-geral do STF; o coordenador do Centro de Conciliação e Mediação do STF, juiz de Direito Abhner Youssif, e os advogados Teresa Arruda Alvim, Clèmerson Merlin Clève e Luiz Guilherme Marinoni, entre outros convidados.

Leia Também:  PDT pede inconstitucionalidade da tese jurídica da legítima defesa da honra

Acesse aqui o formulário de inscrição e confira a programação completa do evento.

Fonte: STF

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA