Home Esportes COI discute com Fifa questão de atletas que estouram idade olímpica em...

COI discute com Fifa questão de atletas que estouram idade olímpica em 2021

0

Com atual regra, Brasil perderia 11 dos 23 convocados na última lista da seleção olímpica. Diretor executivo do Comitê Olímpico Internacional estipula prazo para decisão

O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou nesta quinta-feira, em uma teleconferência de imprensa, que está em conversa com a Fifa para mudar a regra do futebol masculino olímpico. Por conta do adiamento das Olimpíadas de Tóquio para 2021, muitas seleções deixariam de poder contar com jogadores que só estariam aptos em 2020, pois atualmente só é permitida a participação de atletas que completem até 23 anos no ano da disputa – além de três atletas sem limite de idade. No feminino, não há restrição.

Caso não ocorra um flexibilização da regra, o Brasil perderia a chance de contar, em 2021, com 11 dos 23 convocados na última lista da seleção olímpica, divulgada no dia 6 de março, para a disputa de dois amistosos, ambos desmarcados por causa da pandemia de coronavírus.

– Uma das coisas interessantes é a questão da regra de idade. Mínima ou máxima em alguns esportes. E particularmente no futebol masculino nós temos o limite de 23 anos. Nós temos conversado com a Fifa e com os times. Ainda não há uma decisão tomada, mas você deve entender que há uma lógica a ser seguida nisso e ela será a base de uma decisão apresentada nas próximas semanas – afirmou Christpher Dubi, diretor executivo do COI.

Na semana passada, a Fifa já havia se manifestado sobre a questão. Também estão na pauta da Fifa rever todos os contratos relacionados a Olimpíada, além de redesenho do calendário e discussões com os clubes sobre liberação de jogadores.

Entre os que são prejudicados estão Lucas Paquetá, do Milan, e Matheus Henrique, do Grêmio, que já fizeram parte da seleção principal. Eles e outros nove perdem a chance de disputar as Olimpíadas como atletas sub-23, pois completam 24 anos em 2021, tornando-se inelegíveis. Passam a brigar por um dos três postos sem limite de idade, em um embate contra grandes nomes como Neymar e Alisson, por exemplo.

Convocados no mês passado por Tite para a seleção principal, o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, e o volante Bruno Guimarães, do Lyon, são outros que poderiam participar dos Jogos Olímpicos como sub-23 neste ano, mas que, em 2021, completam 24 anos de idade.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta