Cidades

Terça-feira (26): Mato Grosso registra 210.567 casos e 5.019 óbitos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (26.01), 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.019 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.563 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.696 estão em isolamento domiciliar e 196.826 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 67,92% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.776), Rondonópolis (14.034), Várzea Grande (13.898), Sinop (11.118), Tangará da Serra (9.225), Sorriso (9.077), Lucas do Rio Verde (8.440), Primavera do Leste (6.428), Cáceres (4.908) e Nova Mutum (4.421).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Uma pessoa é presa por embriaguez e 16 veículos são removidos durante Operação Lei Seca

O documento ainda aponta que um total de 181.247 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 8.871.393 casos da Covid-19 no Brasil e 217.664 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.844.577 casos da Covid-19 no Brasil e 217.037 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (26).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  2ª Etapa do Circuito Diamantinense de Corrida de Rua anima população e esportistas

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Sema participa de reuniões temáticas sobre Plano Estadual de Resíduos Sólidos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) está participando de uma série de reuniões temáticas sobre o Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) entre os dias 25 de fevereiro e 3 de março. As videoconferências são coordenadas pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Uniselva, responsável pela elaboração do Plano. Os debates têm o objetivo de continuar a coleta de dados antes do processo de autenticação.

Os debates iniciaram na quinta-feira (25.02) com reuniões pela manhã com órgãos do Governo Estadual de Mato Grosso e a tarde com representantes das prefeituras, câmaras municipais, universidades e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Assembleia Legislativa e Consórcios Intermunicipais.

Nesta sexta (26.02), continuaram as reuniões com o enfoque para apresentação e visão geral do projeto com a participação da Sema, Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Defensoria, Prefeituras, Câmaras Municipais, Ministério Público do Trabalho e instituições representantes de catadores de recicláveis.

Já nos dias 1, 2 e 3 de março serão realizados debates com as partes envolvidas com objetivo de receber últimas informações e contribuições para melhoria do documento final. uma última rodada de apresentações acontecerá no mês de abril, em cinco regiões do estado, para aprovação e autenticação do plano pela sociedade.

Leia Também:  Funai abre concurso para 220 vagas

Na próxima semana, duas reuniões acontecerão no dia 1º com os temas Resíduos Sólidos Urbanos e Resíduos de Saneamento. No dia 2 o debate é sobre Resíduos de Serviços de Saúde e Resíduos de Construção e Demolição.

Entre as entidades que participarão destes debates, além de Sema, UFMT e AMM, estão Instituições que trabalham com o saneamento básico, agências reguladoras municipais, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager), entidades com foco em saúde pública, Conselho Estadual de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea) e construtoras.

O tema Resíduos Agrossilvipastoris, que será debatido no dia 2, contará com a participação de diversos órgãos do setor produtivo como Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja), Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), União Nacional do Etanol de Milho (Unem), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Sindicato Madeireiro, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat).

Leia Também:  UFMT conclui estudos e elabora plano projetando futuro do setor energético de Mato Grosso

No mesmo dia serão discutidos os Resíduos Mineração com participação da Agência Nacional de Mineração (ANM), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) entre outras empresas e entidades representantes.

As discussões se encerram no dia 3 com debates sobre Resíduos de Transporte, Resíduos de Logística Reversa e Resíduos Industriais com a participação, entre outros, da Receita Federal, Sindicatos, Prefeituras, Ministério Público, entidades gestoras, Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Ibama, empresas e Sindicato da Indústria de Reciclagem do Estado de Mato Grosso (Sindirecicle).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA