Cidades

Sorteio mensal do Nota MT beneficia 145 instituições de 52 municípios

Publicados

em


O primeiro sorteio de 2022 do Programa Nota MT, coordenado pela Secretaria de Fazenda (Sefaz-MT), beneficiou no concurso mensal de dezembro 145 entidades de 52 municípios mato-grossenses. Elas foram indicadas pelos 1.002 contribuintes sorteados e, juntas, vão receber R$110 mil. Esse valor correspondente a 20% dos prêmios de R$ 10 mil e R$ 500 distribuídos nesta quinta-feira (13.01).

As cinco entidades sociais mais contempladas neste sorteio pertencem às cidades de Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Várzea Grande. Entre os 1.002 ganhadores, 203 indicaram a Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACC) e 75 escolheram o Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCan-MT). Essas instituições vão receber R$ 24,1 mil e R$ 7,5 mil, respectivamente.

O Centro Social do Menino Jesus de Sinop foi a terceira entidade social mais premiada, com 24 indicações, e será beneficiada com R$ 2,4 mil. Já o Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, localizado em Várzea Grande, e a Santa Casa de Rondonópolis, também, se destacaram no ranking de indicações e cada uma irá receber R$ 2,3 mil.

Leia Também:  A partir de janeiro, ICMS da energia elétrica será de 17%; conta de luz pode ficar até 12% mais barata

Esses valores repassados às entidades filantrópicas ajudam na manutenção, investimento e funcionamento das atividades. Atualmente, 197 instituições sociais estão cadastradas no Nota MT e podem ser indicadas pelos contribuintes no ato do cadastro ou depois para receber 20% das premiações.

Para participar do Nota MT e ser indicada pelo consumidor, a instituição deve estar cadastrada junto à Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc). Esse cadastro também permite acesso a outros projetos, programas do governo, doação de produtos, entre outros.

Doe sua Nota

Além dos 20% referentes aos prêmios sorteados, as entidades filantrópicas contam com o Doe sua Nota, funcionalidade do Nota MT. O cidadão pode doar suas notas fiscais (NFC-e) das suas compras para as instituições cadastradas no Programa, desde que o documento fiscal não tenha informação do CPF do consumidor e o valor seja inferior a R$1 mil.

O Doe Sua Nota foi disponibilizado no início do mês de outubro de 2021 e cada nota fiscal doada gera pontos para as entidades que serão convertidos em valores em dinheiro. Ao todo, serão distribuídos R$ 2 milhões por ano.

Leia Também:  Politec e prefeitura de Nova Mutum se reúnem para discutir implantação de Gerência Regional

As notas fiscais poderão ser doadas de duas formas: eletronicamente no aplicativo ou site do Nota MT, ou pessoalmente em urnas que serão disponibilizadas nos estabelecimentos comerciais. No caso das doações feitas em urnas, cada entidade será responsável pelos pontos de coleta, assim como por computar os documentos fiscais doados.

(Supervisão de Texto Lorrana Carvalho)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Governador: “Estamos trabalhando para que MT seja uma das 10 melhores educações do país”

Publicados

em


O governador Mauro Mendes afirmou que a gestão tem trabalhado para que Mato Grosso passe a integrar a lista dos 10 Estados com os melhores índices educacionais do país nos próximos anos, além de erradicar o analfabetismo. 

A declaração foi dada durante o evento de posse dos diretores, adjuntos, coordenadores e assessores pedagógicos das Diretorias Regionais de Educação (DREs), na noite desta terça-feira (18.01). 

“Estamos trabalhando para que Mato Grosso tenha uma das 10 melhores educações do país nos próximos cinco anos. Que seja um território livre do analfabetismo. Tenho muito orgulho dos hospitais que estamos construindo, dos milhares de quilômetros de asfalto que estamos entregando. Mas tenho certeza que vai encher meu coração e minha alma de orgulho em poder dizer que nós mudamos essa história da Educação em Mato Grosso. Isso não tem preço”, ressaltou. 

Mauro Mendes citou o grande pacote de investimentos que tem sido executado na educação, desde a construção de novas escolas e quadras poliesportivas, reforma geral nas existentes, convênios para melhorias em centenas de unidades educacionais em todo o Estado, aumento do recurso descentralizado para os diretores fazerem reparos nas escolas, entre várias outras medidas estruturais. 

Leia Também:  Novo sistema da Jucemat garante abertura de empresa em minutos em MT

Além disso, conforme o governador, o campo pedagógico também tem recebido investimentos massivos, desde a verba para os professores comprarem notebooks e internet, até a aquisição de um sistema estruturado de ensino da Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das instituições educacionais mais respeitadas do país. 

“Estamos investindo em tecnologia porque ela abre um leque de oportunidades muito grande. Por isso que cada sala de aula vai ter uma Smart TV, para que esse recurso tecnológico possa ser uma ferramenta a mais na mão do professor. Porque as crianças hoje estão antenadas, então as nossas salas têm que ser mais atrativas. Vivemos em um tempo da capacidade de transformar o conhecimento em informação e resultado. É essa a escola que temos que pensar”, relatou. 

Mauro Mendes ainda lembrou que foi a Educação da escola pública que deu a ele a oportunidade de crescer profissionalmente e de hoje poder ocupar o cargo de governador. 

“Foi a Educação que me tirou do interior de Goiás, da roça. E foi aquele garoto que teve a oportunidade de estudar na escola pública que hoje está diante de vocês falando como governador de um grande Estado como Mato Grosso. Espero que os filhos da escola pública, esses 400 mil alunos que estamos tratando aqui, e tudo o que estamos fazendo é por eles, possam também ter essa oportunidade. Estamos fazendo isso para que daqui a 10, 20, 30, 40 anos, algum deles esteja aqui ou num lugar muito igual a esse falando como governador de Mato Grosso. Essa história estamos construindo com vocês”, finalizou, ao agradecer o empenho dos profissionais da Educação.

Leia Também:  MT-320: Motociclista bate na traseira de outra moto e cai em ribanceira
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA