Cidades

Produtor de Nortelândia aumenta a produtividade de banana com cultivares recomendadas pela Empaer

Publicados

em


No Assentamento Rural Rio Santana, localizado no município de Nortelândia (253 km a Médio-Norte de Cuiabá), na área dos agricultores Santo Ferreira (90 anos) e sua esposa, Maria Santa de Jesus (68), estão sendo testadas duas variedades de banana com características agronômicas superiores às cultivares tradicionais. As mudas adquiridas pelo produtor foram produzidas pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e desenvolvidas em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Numa área de dois hectares, a família de agricultores cultiva  milho verde, feijão, amendoim, mandioca, batata doce, e banana, além da criação de frangos e porcos. O técnico agropecuário da Empaer, Rafael Simões, fala que o cultivo na propriedade é para subsistência, sendo comercializado todo excedente produzido. Ele explica que o cultivo na Chácara Olho D’Àgua é feito no sistema agroecológico, sem uso de fertilizantes e defensivos químicos.

Na propriedade, o plantio de banana ocupa uma área de um hectare, onde já eram cultivadas outras oito variedades da fruta. Era necessário, porém, fazer a renovação do plantio a cada ano. A introdução das variedades BRS Princesa (maçã) e BRS Farta Velhaco (banana da terra) aumentou a produtividade e diminuiu a necessidade de renovação do plantio, já que apresentam maior resistência a doenças e pragas. O produtor explica que tem utilizado essas novas cultivares há mais de quatro anos, e que tem tido um bom resultado. As mudas produzidas na propriedade são ainda comercializadas para produtores da região.

Leia Também:  Estudo conclui que VLT é “insustentável” e governador pede substituição por BRT

O cultivo de banana representa a maior receita da propriedade. O técnico Rafael destaca que o produtor recebe todas as orientações técnicas para os cultivos e criações. “Foi possível inserir duas variedades de banana resistentes a doenças e mais produtivas. O nosso trabalho é auxiliar os produtores no manejo adequado da cultura e evitar a disseminação de doenças, garantindo lucro e renda para a família rural”, explica.

Cultiva produtos para subsistência e comercializa o excedente

Pesquisa e tecnologia

Há mais de 20 anos realizando a avaliação de cultivares de bananeira no Estado de Mato Grosso, o pesquisador da Empaer, Humberto Carvalho Marcílio, acompanha, por meio de Unidades Demonstrativas (UD), uma coleção de 50 cultivares de banana dos tipos Maçã, Prata, Nanica, Terra e outras. O objetivo é identificar cultivares com características agronômicas e comerciais que possam ser recomendadas aos agricultores familiares.

De acordo com Humberto, esse é um trabalho em parceria com a Embrapa que inseriu o estado na Rede Nacional de Avaliação de Cultivares de Plátano (banana da terra). Ele explica que a finalidade principal do trabalho é apoiar o processo de desenvolvimento da bananicultura de subsistência e comercial, com ações de pesquisa para selecionar cultivares mais produtivas e resistentes às principais doenças fúngicas, como a Sigatoka Negra.

Leia Também:  Quinta-feira (04): Mato Grosso registra 223.054 casos e 5.237 óbitos
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Equipamentos levados de pousada são localizados em bairro de VG e uma pessoa é presa por receptação

Publicados

em


Equipe de investigação da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá localizou nesta sexta-feira (26.02), em uma residencial de Várzea Grande, oito televisores, entre outros equipamentos, que foram furtados de uma pousada na Capital. Durante a ação, uma pessoa foi presa em flagrante por receptação. 

Os policiais civis estavam em diligências para apurar o furto ocorrido no dia 19 de fevereiro, quando foram levados diversos objetos e equipamentos de uma pousada localizada na Rodovia de Manso.

Os investigadores receberam a informação de que uma casa no residencial Jequitibá, em Várzea Grande, estava sendo utilizada para guardar objetos de roubo, que também estavam sendo vendido no local. 

Durante a abordagem, o suspeito I.V.B.S., de 19 anos, que estava na casa avançou contra uma policial da equipe e tentou tomar a arma dela, que conseguiu se desvencilhar e fez um disparo de advertência que atingiu superficialmente a perna do rapaz. Mesmo assim, ele ainda tentou investir contra a equipe, mas foi contido. A equipe acionou o socorro médico do Samu para fazer o atendimento ao criminoso.  

Leia Também:  No Mato Grosso, iniciativa de mulheres Xavante resgata alimentação tradicional

Em buscas no imóvel, os policiais da Derf de Cuiabá constataram que a casa era, de fato, usada como apoio logístico para esconder objetos provenientes de atividade criminosa e encontraram televisores e monitores furtados da pousada, além de roupas de cama do empreendimento turístico.

O suspeito informou aos investigadores que receberia comissão pela venda dos produtos. Ele foi autuado em flagrante por receptação qualificada e encaminhado para atendimento médico, permanecendo sob custódia em unidade hospitalar. 

A investigação da Derf Cuiabá prossegue para identificar outros possíveis envolvidos no furto à pousada. 

Crime 

Na sexta-feira, 19 de fevereiro, a Derf prendeu em flagrante num homem de 36 anos pelo furto cometido contra a  pousada localizada na estrada do Rio Manso, zona rural de Cuiabá. Na delegacia, ele permaneceu em silêncio, não colaborando com as investigações. 

De acordo com a apuração, o suspeito invadiu o local por volta das 03h da madrugada e furtou vários objetos de valor como televisões, frigobares, eletrônicos e outros produtos de hotelaria. 

Leia Também:  Idosa ganha festa de 104 anos de funcionários de posto de saúde do bairro onde mora em Tangará

O suspeito foi localizado no bairro Santa Isabel, na Capital, e com ele recuperados parte dos objetos levados da pousada. Ele possui várias passagens pela prática de crimes patrimoniais e foi indiciado por furto qualificado pelo concurso de pessoas, o que significa que agiu com possíveis comparsas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA