Cidades

PMCAST responde dúvidas sobre o concurso da Polícia Militar

Publicados

em


As inscrições para o concurso do Governo do Estado de Mato Grosso, voltado a diversas áreas da Segurança Pública, já estão abertas. Para a Polícia Militar, estão sendo ofertadas vagas de cadastro de reserva para os cargos de oficiais e soldados. 

Para detalhar toda a estrutura do concurso, os principais pontos do edital e reponder várias dúvidas, o PMCAST lança, nesta sexta-feira (14.01), uma edição especial dedicada aos candidatos que desejam ingressar na Polícia Militar de Mato Grosso. O podcast entrevista o tenente-coronel Almir Ferraz, comandante da Academia Costa Verde e membro da central de concursos que ajudou a elaborar o edital. 

Sobre as vagas do concurso, para o cargo de oficial, o candidato deve ser Bacharel no curso de Direito, com diploma devidamente registrado. Também estão disponíveis vagas para oficiais na área de saúde, nos cargos de médico (cardiologia; cirurgião-geral; ortopedia; e psiquiatria) e dentista (cirurgião-geral e cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial). A remuneração inicial para os cargos de oficiais é no valor de R$ 8.411,88. 

Já para o cargo de soldado, o candidato deverá ter obrigatoriamente um diploma de conclusão de nível superior, sendo bacharelado, licenciatura ou tecnólogo, em qualquer área de conhecimento, devidamente registrado. O salário inicial é no valor de R$ 3.313,38. As inscrições para o concurso se encerram no dia 24 de janeiro. Os valores variam entre R$ 120,00 e R$ 200,00. As provas serão realizadas no dia 20 de fevereiro. 

Leia Também:  1ª Ferrovia Estadual vai gerar mais de 230 mil empregos diretos e indiretos durante a construção em MT

Quer saber mais?  

Ouça o 16º episódio do PMCAST que fala sobre o concurso da Polícia Militar para oficiais e soldados. Acesse gratuitamente nas seguintes plataformas digitais: 

Spotify

https://open.spotify.com/episode/1M0V5uw4FbaPWK6mvzjRcj?si=9gTSJLy5Qxi9VoJG_DxR2g

Anchor

https://anchor.fm/pmcast/episodes/Saiba-tudo-sobre-o-Concurso-da-PMMT-2021-e1cupk8

Google http://encurtador.com.br/jlqCU

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Mato Grosso lidera produção agropecuária brasileira por 4 anos consecutivos

Publicados

em


A cada ano Mato Grosso ganha mais destaque na produção nacional agrícola. Em quatro anos, o Estado apresentou crescimento de 69% do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), segundo dados do Governo Federal. Em 2018, quando alcançou o 1º lugar brasileiro, obteve VBP de R$ 114,5 bilhões, no ano seguinte chegou a R$ 124,1 bi, em 2020 alcançou a marca de R$ 175 bi e fechou 2021 com R$ 193 bi.

Atualmente o Estado detém mais de 17% da produção agrícola nacional, seguido pelo Paraná na 2ª posição, São Paulo aparece na 3ª colocação, Minas Gerais em 4º lugar e o Rio Grande do Sul em 5º, no ranking.

Mato Grosso é o maior produtor de soja, milho, algodão e bovino do país. Juntas as quatro commodities são responsáveis por 93,5% do valor bruto arrecadado no Estado, totalizando R$ 180.571,02 bilhões.

Conforme levantamento do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Mato Grosso tem 35 dos 100 municípios mais ricos do agronegócio no Brasil. A agropecuária tem participação importante no PIB do Estado, estimada em 21,36%.

Leia Também:  Menino de 10 anos morre em acidente na BR próximo a Diamantino

Seis municípios despontam em produção agropecuária. São eles Sorriso, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Diamantino, Nova Ubiratã e Nova Mutum.

Os municípios do Estado com melhor desempenho na área acumulam R$17 bilhões sobre o valor de produção brasileira. Este número equivale a 30% da produção estadual, cerca de 15% da registrada no Centro-Oeste e aproximadamente 5% da produção nacional.

Investimentos e tecnologia

As motivações para este salto positivo ano a ano, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda foram as ações do governo do Estado e a tecnologia utilizada no campo.

“O plano viário do Estado foi muito importante para consolidar a expansão do setor. Hoje temos uma malha rodoviária de qualidade, além do reforço dos transportes hidroviário e ferroviário. A modernização das técnicas aplicadas nas safras subseqüentes foi outro fator decisivo para o crescimento. Tudo isso somado leva aos excelentes resultados que Mato Grosso vem colhendo”, destaca.

Ferrovia estadual

Em setembro de 2021, o governador Mauro Mendes assinou um contrato para construção da primeira ferrovia estadual, que ligará os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. O investimento totalmente privado será de R$ 11,2 bilhões.O início das obras está previsto no segundo semestre deste ano.

Leia Também:  Operação da PM apreende 35 veículos e prende motorista por embriaguez na MT-235

No total serão construídos 730km malha ferroviária que vão conectar o polo produtivo do Estado ao Porto de Santos (SP).

O modal além de auxiliar no escoamento de grãos e fortalecer a logística do agronegócio em Mato Grosso, será responsável pela geração de mais de 230 mil empregos diretos e indiretos. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA