Cidades

Perito Criminal realiza reuniões para promover prevenção a acidentes de trânsito

Publicados

em


Com o propósito de reduzir o número de acidentes e ocorrências graves de trânsito, o perito criminal da Gerência Regional de Criminalística de Guarantã do Norte, Rodrigo Bertoti Cassonato, iniciou as discussões para a implementação do Projeto Vida no Trânsito (PVT) no município e região. 

Foram realizadas as palestras de iniciação ao PVT em três municípios do Estado, nos dias 20 e 21 de janeiro: Peixoto de Azevedo (612 km de Cuiabá); Matupá (680 km de Cuiabá); e Guarantã do Norte (709 km de Cuiabá). O objetivo, segundo ele, é atrair as forças de segurança municipais e a sociedade em geral, para aderirem ao programa.

Participaram da reunião representantes do Poder Legislativo municipal, de hospitais, das secretarias de assistência social, de saúde, policiais militares e sociedade em geral.

“As reuniões têm caráter educacional, com o objetivo reduzir significativamente o número de lesionados graves e mortos no trânsito a nível mundial. No anos de 2018 e 2019, o município de Matupá registrou o dobro da média de mortes no trânsito de todo estado de Mato Grosso. Uma das metas globais de desempenho para a segurança no Trânsito, estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-americana da Saúde (OPAS), visa à redução de 50% o número de lesões e mortes no trânsito até 2030. O Projeto Vida do programa vem em concordância com tudo isso, um programa certo para o município de Guarantã e região”, apontou. 

Leia Também:  IPVA tem variação média negativa e fica mais barato em 2021

Levantamento da Opas Brasil revelam que as leis sobre segurança viária melhoram o comportamento dos usuários e reduzem as colisões, as lesões e as mortes no trânsito, especialmente as leis relacionadas com os cinco principais fatores de risco e proteção, que são excesso de velocidade, condução sob o efeito de álcool, o uso de capacetes pelos motociclistas e o uso de cintos de segurança e os sistemas de retenção de crianças.

Segundo a Organização, nos últimos três anos, foram registrados progressos em 17 países (abrangendo 409 milhões de pessoas) que alteraram as suas leis relacionadas com um ou mais destes fatores e as alinharam com as melhores práticas. As mudanças mais positivas no comportamento dos usuários das vias ocorrem quando a legislação é associada a uma aplicação rigorosa e continuada da lei e pela sensibilização do público.

As primeiras reuniões relacionadas ao projeto iniciaram ainda no início do ano passado, no entanto, por conta da pandemia, precisou ser paralisado. Sendo retomado presencialmente em novembro de 2020, de acordo com as regras de biossegurança.

Leia Também:  Menor de 15 anos acusado de assalto ao Mercado Real de Diamantino é apreendido pela PM

“Além de apresentar e retirar dúvidas a respeito do trânsito, as reuniões tem por objetivo final a criação de ferramentas que visem a redução significativa dos números de lesionados graves e mortes, ocorridas em nosso trânsito, através de uma mudança cultural da sociedade. Como, o início de debates, estudos, projetos de leis, estudos de modelos e decretos para a implementação desse importante e oportuno do projeto. A iniciativa desse debate  deve-se ao fato de entendermos que estamos legislando em prol do bem maior que é a vida humana”, ressaltou Rodrigo. 

O projeto “Vida no Trânsito” é uma ação conjunta coordenada pelo  Ministério da Saúde, presente em vários estados do país, que  busca fomentar o diálogo permanente entre os órgãos municipais e estaduais de trânsito, propondo ações nas áreas de saúde, prevenção e redução dos acidentes.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Posto fiscal da Serra do Cachimbo passa por vistoria

Publicados

em


Dois servidores da Superintendência de Fiscalização (Sufis) e Coordenadoria de Fiscalização Volante em Postos Fiscais e Transportadoras (CFPF) da Secretaria de Fazenda, visitaram na semana que passou, o Posto Fiscal da Serra Cachimbo localizado na divisa com o Pará. O objetivo da visita foi verificar a situação em que o posto fiscal se encontra e desenvolver melhorias para o trabalho dos servidores fazendários e dos motoristas que passam pelo local.

O superintendente da Sufis, José Carlos Bezerra Lima e o coordenador Clóvis Damião Martins, discutiram como os servidores que lá estão atuando, questões relativas à infraestrutura, tecnologia e escala de serviços. Entre as verificações foram registradas as questões relacionadas à: comunicação, internet, pavimentação do pátio, balança e alojamentos, entre outros.

Para o supervisor fazendário do posto, Marino Gomes Hernandorena, a visita foi positiva e útil. Ele e toda a equipe se prontificaram a apresentar sugestões de melhorias.

De imediato a Sefaz, irá solicitar uma melhoria no policiamento local, disponibilizando um plantão da Polícia Militar, especialmente no horário noturno, onde é o maior risco, tanto de evasão quanto para o servidor.

Leia Também:  Licenciamento veicular online já está disponível em Mato Grosso

O resultado da vistoria será apresentado em um relatório ao secretário de Fazenda Rogério Gallo para analisar e desenvolver um plano de ação, e assim reduzir os problemas que foram identificados no local.

O secretário de Administração Eugênio Cafone Lima e o diretor de Tributos Lourival Francisco dos Reis, ambos da Prefeitura de Guarantã do Norte, também participaram da vista. A parceria com a Sefaz é de interesse da prefeitura, haja vista que uma melhora no desempenho na arrecadação do ICMS por ação fiscal, teria impacto direto nos repasses ao município onde o posto está localizado.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA