Cidades

Mato Grosso registra menor taxa de internação em UTIs Covid-19 desde maio de 2020

Publicados

em


O Painel Interativo Covid-19 nº 589, divulgado nesta segunda-feira (18.10) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), registra a menor taxa de internação em UTI Covid-19 desde maio de 2020. Com 79 internações, o documento aponta uma ocupação de 24,16% das UTIs mantidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  

Em 1º de outubro, a taxa de ocupação de leito de UTI Covid-19 era de 32,59%, com 103 pessoas internadas. Nos dias 4 e 6 de outubro, a taxa se manteve em 34%, com 104 internações. Nos dias 16 e 17 deste mês, a taxa de ocupação começou a diminuir e se manteve em 28%, com 93 pacientes internados nesses dois dias.

A queda na taxa de ocupação revela um cenário de maior controle epidemiológico no Estado, com perspectiva de constância. 

“São muitos os fatores que contribuíram para a redução do número de infecções, hospitalizações e óbitos por Covid-19 em Mato Grosso. Contudo, é evidente que a imunização teve um grande poder de influência nessa redução. Reforço novamente a importância da vacinação contra a Covid-19 e contra todas as outras doenças imunopreveníveis. Vacinas salvam vidas”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.  

Leia Também:  Pais destacam importância para aspecto emocional e aprendizagem

O cenário é reflexo do avanço da cobertura vacinal em Mato Grosso e das medidas de biossegurança preventivas, além dos investimentos na ampliação de leitos de UTI e de enfermaria na rede hospitalar pública estadual e municipal, feitos pelo Estado em parceria com as prefeituras. 

O Estado também manteve por mais de um ano o Centro de Triagem Covid-19, que realizou o trabalho suplementar de atendimento preventivo à população da Baixada Cuiabana. Foram mais de 240 mil atendimentos entre consultas médicas, testagem, exames e fornecimento de medicamento após prescrição médica. 

Mesmo diante deste novo cenário, o Governo do Estado mantém a determinação quanto ao uso da máscara. Também é importante estar atento ao distanciamento social e aos cuidados básicos de higiene pessoal, lavar as mãos com frequência e fazer uso de álcool 70%.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Governo de MT já pactuou 89% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (30.11), 6.318.957 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 5.630.840 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 89% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (5.598.859), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (36.583) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.
 
Das 5.630.840 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 4.559.701 (81%), sendo 2.484.802 como primeira dose ou dose única e 1.835.662 como segunda dose. O percentual da semana retrasada era de 81,6%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Nova Brasilândia (99,2%), Campos de Júlio (97%), Diamantino (97%), São José do Povo (96,8%), Primavera do Leste (96,7%), Lucas do Rio Verde (96,4%), Glória D’Oeste (96,3%), Ipiranga do Norte (96,2%), Nortelândia (96,1%) e Guiratinga (96%).

Leia Também:  Cadela é salva por hóspede após ficar presa em incêndio dentro de casa em Cuiabá

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 632 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais. A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Leia Também:  Bakairis produzem artesanato e peças de algodão orgânico para expor em feira na Capital

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA