Cidades

Mato Grosso quebra recorde e apreende mais de 22 toneladas de drogas em 2021

Publicados

em


O endurecimento das ações de enfrentamento ao tráfico de drogas tem sido uma das políticas adotadas pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Exemplo disso, é que Mato Grosso já superou o ano de 2020, realizando a apreensão de mais de 22 toneladas de entorpecentes de janeiro a setembro deste ano. De janeiro a dezembro de 2020, foram 18 toneladas apreendidas.

Parte deste resultado, se deve ao aparelhamento das forças de segurança por meio do Programa Mais MT, que prevê até o final de 2022 um total de mais de R$ 700 milhões em investimentos somente para a Segurança Pública.

São novas viaturas, armamentos, fardamento, implantação da radiocomunicação digital, criação de novas vagas em unidades penitenciárias e tecnologias desenvolvidas para o combate ao crime que estão não só dando mais condições de trabalho aos servidores das forças de segurança, como também estão enfraquecendo a atuação de grupos criminosos, em especial aos envolvidos com o tráfico doméstico e internacional de drogas.

Na avaliação do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, o que mais contribui para estes índices é o trabalho integrado das forças de segurança estaduais e federais, seja no operacional ou na troca de informações entre as agências de Inteligência.

Leia Também:  Incêndio no Parque Estadual Encontro das Águas está parcialmente controlado

“Ano passado durante o ano todo apreendemos 18 toneladas de drogas, o que para nós foi um recorde. Já este ano, até setembro, apreendemos 22 toneladas, batendo mais um recorde. O uso de tecnologia e a integração das forças é o segredo. Aqui se tem a certeza que a criminalidade não há de prosperar”, pontuou Bustamante.

Algumas ações ganharam notoriedade, a exemplo da apreensão de cinco toneladas de maconha realizadas pela Polícia Judiciária Civil em Alto Taquari (480 km de Cuiabá), ocorrida no final de setembro. O entorpecente era transportado na câmara fria de uma carreta, junto a uma carga de tutano e vinha de Mato Grosso do Sul para ser distribuído em diversas cidades de Mato Grosso.

Fronteira

Mato Grosso possui uma grande extensão territorial, em especial na faixa de fronteira, que compreende mais de 980 km, sendo destes 750 km de fronteira seca. A atuação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), assim como das demais forças de segurança, tem sido de grande importância, principalmente no combate ao tráfico internacional de drogas.

Leia Também:  Madrugada de domingo (07): Operação prende seis motoristas por embriaguez ao volante em Várzea Grande

O Gefron também bateu recorde este ano, realizando a maior apreensão de cocaína já feita pela unidade. O caso ocorreu no dia 25 de setembro, em Cáceres (217 km de Cuiabá), quando um caminhão boiadeiro que carregava 25 cabeças de gado e trafegava sentido Bolívia/Brasil, foi parado no Posto do Limão. Ao descarrega-lo, as equipes do Gefron e da Polícia Federal encontraram mais de uma tonelada de cocaína.

“A integração entre as instituições tem dado muito resultado. Com os investimentos feitos pelo Governo do Estado, os resultados estão aparecendo, causando grandes prejuízos às organizações criminosas”, avaliou o coordenador do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas.

No caso desta ocorrência, o prejuízo ao crime é de mais de R$ 26 milhões.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Estado investe R$ 42 milhões na pavimentação da MT-413 até Santa Terezinha

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) publicou nesta segunda-feira (18.10) licitação para contratação de empresa que ficará responsável pela pavimentação e recuperação de asfalto da MT-413, que liga o município de Santa Terezinha até a BR-158. Com valor estimado em R$ 42.529.674,01, a obra compreende 94,61 quilômetros de extensão, sendo que 24 km não estão pavimentados.

A licitação será feita na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do tipo de menor preço e em lote único. A sessão de abertura de propostas será realizada no dia 11 de novembro, às 14h, na sala de reuniões da Sinfra-MT. Podem participar do certame empresas nacionais ou estrangeiras, que cumpram os requisitos necessários para contratar com o Governo de Mato Grosso.

Iniciada em 2013, a obra da MT-413 não foi concluída por gestões anteriores e agora será retomada pela atual gestão com uma nova licitação. A rodovia é a única via de ligação asfáltica entre o município de Santa Terezinha e a BR-158, constituindo importante rota de tráfego para os moradores da cidade que precisam se locomover até outras cidades. A pavimentação vai garantir segurança para todos, tendo em vista que nos períodos mais chuvosos, o município chega a ficar isolado.

Leia Também:  CGE investiga mais de 2.300 servidores por licenças médicas irregulares

Os primeiros 24 km da rodovia, que não estão pavimentados, receberão serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem e obras complementares, além de sinalização e proteção ambiental. No trecho restante, já pavimentado, serão realizadas obras de revitalização, além da instalação de dois bueiros celulares e o encabeçamento de duas pontes sobre os córregos Eletro II e Fundo de Pedra.

A Sinfra iniciou neste ano a construção de três pontes na MT-413, em um investimento de aproximadamente R$ 5 milhões. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, o objetivo do governo é aumentar a quantidade e a qualidade das rodovias estaduais, construindo novos trechos e garantindo um sistema rodoviário mais eficiente para o cidadão que precisa utilizar estradas para estudar, cuidar da saúde ou trabalhar.

Santa Terezinha também recebeu neste ano uma motoniveladora da Sinfra, para ajudar o município na manutenção de rodovias não pavimentadas. O consórcio Intermunicipal Norte Araguaia, do qual a cidade faz parte, recebeu outras três motoniveladoras, duas escavadeiras e uma pá carregadeira, com o mesmo objetivo.

Leia Também:  Incêndio no Parque Estadual Encontro das Águas está parcialmente controlado

As obras fazem parte do programa Mais MT, o maior programa de investimentos públicos da história de Mato Grosso, lançado pelo governador Mauro Mendes. Apenas para o eixo de infraestrutura estão previstos R$ 4,73 bilhões em investimentos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA