Cidades

Governo investe R$ 26 milhões em ETA para ajudar a resolver problema de água em Várzea Grande

Publicados

em


Com o objetivo de solucionar o problema da falta de água em Várzea Grande, o Governo de Mato Grosso assinou nesta quinta-feira (25.11) um convênio para a construção de uma Estação de Tratamento de Água no bairro Chapéu do Sol. A parceria foi firmada em ato realizado na prefeitura de Várzea Grande, com a presença do governador Mauro Mendes e do prefeito Kalil Baracat.

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) vai repassar R$ 26.994.637,07 para a prefeitura, que entrará com uma contrapartida de R$ 1.420.770,38 e será responsável por executar a obra.

A ETA Barra do Pari será construída na Estrada da Passagem da Conceição, com uma capacidade de captar 250 litros de água por segundo. Além do sistema de captação, a estrutura vai ter uma adutora de água bruta, uma estação de água completa com três adutoras para água tratada e três reservatórios apoiados, com capacidade de armazenar 4,5 milhões de litros.

Para o governador Mauro Mendes, com a nova ETA, o problema de falta de água em Várzea Grande ficará definitivamente no passado. “Vamos colocar um ponto final nesse problema. Várzea Grande é uma cidade que tem uma demanda grande de água, mas agora nós temos 100% de certeza que teremos uma solução definitiva de médio e longo prazo para a a cidade”.

Leia Também:  Mais de 70% dos eleitores de Mato Grosso já foram cadastrados biometricamente pelo TRE

O prefeito Kalil Baracat agradeceu a parceria do Governo do Estado e acredita que, junto com outros investimentos realizados pela prefeitura, a falta de água será resolvida. “O governador sabe das nossas demandas. Hoje estamos realizando um sonho de todo várzea-grandense”, afirmou. A ETA vai atender cerca de 30 bairros de Várzea Grande.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, essa é mais uma participação da gestão Mauro Mendes em Várzea Grande. “Esse é um projeto muito importante, talvez a principal demanda de Várzea Grande, que agora vai resolver o problema definitivamente”.

O senador Jayme Campos, afirmou que com essa ETA e outra construída pela prefeitura no bairro Cristo Rei, a capacidade de abastecimento da cidade será dobrada. “A cidade cresceu muito e este é um começo para nós melhorarmos a questão da distribuição no nosso município”.

Também estiveram presentes no evento o deputado federal Neri Geller, os deputados estaduais Eduardo Botelho e Paulo Araújo, os secretários de Estado Mauro Carvalho, da Casa Civil, César Miranda, de Desenvolvimento Econômico, Laice Souza, de Comunicação, Wener Santos do MT Par, além de vereadores e secretários municipais de Várzea Grande.

Leia Também:  Faustão é acusado de chamar Bolsonaro de “idiota”
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Governo de MT já pactuou 89% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (30.11), 6.318.957 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 5.630.840 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 89% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (5.598.859), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (36.583) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.
 
Das 5.630.840 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 4.559.701 (81%), sendo 2.484.802 como primeira dose ou dose única e 1.835.662 como segunda dose. O percentual da semana retrasada era de 81,6%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Nova Brasilândia (99,2%), Campos de Júlio (97%), Diamantino (97%), São José do Povo (96,8%), Primavera do Leste (96,7%), Lucas do Rio Verde (96,4%), Glória D’Oeste (96,3%), Ipiranga do Norte (96,2%), Nortelândia (96,1%) e Guiratinga (96%).

Leia Também:  Em 30 dias, 106 pessoas são presas por embriaguez ao volante durante operações de fiscalização

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 632 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais. A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Leia Também:  Caso de Coronavírus em Diamantino é oficialmente descartado, mas secretaria de saúde faz alerta a população

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA