Cidades

Dois pacientes de Rondônia chegam a MT e são internados na UTI do Hospital Estadual Santa Casa

Publicados

em


Mato Grosso recebeu nesta terça-feira (26.01) dois pacientes de Rondônia em estado grave da Covid-19. Transportados pela aeronave do Corpo de Bombeiros daquele Estado, os pacientes desembarcaram no hangar do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e foram conduzidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Estadual Santa Casa, onde ficarão internados.

Eles deram entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) imediatamente após a chegada na unidade hospitalar, sendo uma paciente de 60 anos e outro de 70 anos. Ambos apresentaram quadro clínico de emergência, com a necessidade de atendimento imediato, e foram transferidos de Porto Velho para Cuiabá. 

Diante da situação de colapso em Rondônia, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, avalia que é preciso levar em consideração a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser solidário aos familiares e pacientes que anseiam pela assistência hospitalar.

“Dentro do princípio de que é o SUS, não existe leitos exclusivos de Mato Grosso, de São Paulo ou do Rio de Janeiro. Existem leitos do Sistema Único de Saúde e, neste momento, levando em consideração a nossa taxa de ocupação que está em 67% para UTIs adulto, temos que ser solidários com os estados que estão colapsados precisando de leitos”, pontuou. 

Leia Também:  Seis pessoas são presas em blitz da Operação Lei Seca

De acordo com o setor de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a previsão é de que outros dois pacientes de Rondônia sejam transferidos para Mato Grosso entre hoje e amanhã. Contudo, até o momento, não há previsão de horário para as novas transferências.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Sexta-feira (26): Mato Grosso registra 249.969 casos e 5.767 óbitos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (26.02), 249.969 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.767 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.525 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 249.969 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.949 estão em isolamento domiciliar e 233.977 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 380 internações em UTIs públicas e 358 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 83,70% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.595), Rondonópolis (19.178), Várzea Grande (15.863), Sinop (12.878), Sorriso (10.301), Tangará da Serra (9.973), Lucas do Rio Verde (9.317), Primavera do Leste (7.392), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.063).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Reajuste anual da energia em Mato Grosso sai na próxima semana

O documento ainda aponta que um total de 214.985 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 984 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quinta-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 10.390.461 casos da Covid-19 no Brasil e 251.498 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.324.463 casos da Covid-19 no Brasil e 249.957 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sexta-feira (26).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Empresário de Nova Mutum Ed Motta visita Alta Floresta e fortalece laços entre municípios

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA