Cidades

Ação programada do Governo do Estado distribui cobertores para famílias carentes de Mato Grosso

Publicados

em


O programa Aconchego, do Governo do Estado, que distribui cobertores para pessoas carentes de Mato Grosso, não começou com o início da frente fria. A ação foi previamente programada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), com a aquisição de 200 mil cobertores nesta terceira edição.

Até o momento, mais de 125 mil cobertas já foram distribuídas. Somente em Cuiabá, foram doadas 21,2 mil unidades. A iniciativa também beneficiou comunidades indígenas mato-grossenses com mais 23 mil cobertas. A entrega das cobertas teve início no mês de maio e já beneficiou todos os municípios do Estado, entidades sociais e moradores de rua.

A ação, que é liderada voluntariamente pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e realizada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), já está em sua terceira edição com a previsão de entrega de 200 mil cobertas neste ano. Em 2019, 100 mil pessoas receberam as cobertas. Já em 2020, a meta foi dobrada, em razão da pandemia do novo coronavírus, que aumentou o número de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Leia Também:  Estado aciona Justiça para que Prefeitura de Cuiabá desbloqueie imediatamente leitos de UTI Covid-19

É uma forma de oferecer um pouco de conforto para a população que muitas vezes não têm condições de se proteger nos dias de frio”, pontuou a primeira-dama Virginia Mendes, que esteve presente na distribuição das cobertas para as famílias carentes de Cuiabá que recebem os ossinhos com carne oferecido gratuitamente por um açougue da cidade. 

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, enfatizou o programa Aconchego não surgiu com o início da frente fria deste ano. A ação foi programada pelo Estado para beneficiar milhares de famílias carentes. “Iniciamos neste ano com a entrega das cobertas em maio. O Estado está sempre pensando nas pessoas mais necessitadas”.

Na quarta-feira (28.07), também foram beneficiadas famílias vulneráveis do assentamento Terra Prometida, localizado na região do Novo Paraíso; e do bairro Silvanópolis, em Cuiabá. A noite, a equipe da Setasc entregou novamente cobertores para os moradores de rua, junto com a marmita do Prato Popular. Já foram doadas 36 mil marmitas, somente neste ano, para as pessoas que vivem em situação de rua na Capital. Em junho, no último frio que foi registrado em Cuiabá, a primeira-dama também fez a entrega dos cobertores os moradores de rua da Capital.

Leia Também:  Pesquisadores estudam uso de árvore nativa no controle de colesterol e diabetes

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Terça-feira (28): Mato Grosso registra 535.839 casos e 13.793 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (28.09), 535.839 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.793 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 884 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 535.839 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.168 estão em isolamento domiciliar e 518.139 estão recuperados.

A Classificação de Risco por município e o Ranking da Vacinação em Mato Grosso serão publicados no boletim desta quarta-feira (28.09).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 101 internações em UTIs públicas e 62 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 29,71% para UTIs adulto e em 10% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (110.884), Várzea Grande (38.049), Rondonópolis (37.678), Sinop (25.878), Sorriso (18.186), Tangará da Serra (17.705), Lucas do Rio Verde (15.598), Primavera do Leste (14.683), Cáceres (11.800) e Barra do Garças (10.561).

Leia Também:  Cinco são flagrados bêbados e seis sem habilitação na BR-070

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.
O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na segunda-feira (27.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.366.395 casos da Covid-19 no Brasil e 594.653 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.351.972 casos da Covid-19 no Brasil e 594.443 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta terça-feira (28.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia Também:  Festival Floresta Dança é adiado para junho; confira novo cronograma

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

polícia

política

Cidades

ESPORTES

Saúde

É Direito

MAIS LIDAS DA SEMANA