Home Política Vereadores julgam pedido de cassação de prefeita acusada de comprar e não...

Vereadores julgam pedido de cassação de prefeita acusada de comprar e não plantar palmeiras em MT

0

Sessão para votação de relatório que contém 500 páginas foi suspensa na noite de quarta-feira e retomada nesta quinta-feira. Defesa de Thelma de Oliveira (PSDB) alega que as plantas foram devolvidas ao fornecedor porque estavam morrendo ao serem plantadas .

Vereadores de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, devem votar nesta quinta-feira (14) o pedido de cassação da prefeita do município, Thelma de Oliveira (PSDB).

Ela é acusada de não ter apresentado a prestação e previsão de contas da prefeitura. Além disso, teria feito a compra de palmeiras imperiais para ornamentar a cidade, mas essa mudas nunca foram plantadas.

A defesa da prefeita alega que as plantas foram devolvidas para a empresa fornecedora porque estavam morrendo ao serem plantadas e que uma medida administrativa foi tomada pela prefeitura, para analisar esse caso.

A votação estava prevista para acontecer nessa quarta-feira (13), mas não aconteceu. Depois de 4 horas de leitura do processo, a sessão foi suspensa por causa do horário e retomada nesta quinta-feira.

Para a prefeita ser cassada, são necessários 2/3 dos votos, ou seja 8 dos 11. Caso contrário, ela será absolvida e mantida no cargo.

Durante a sessão, os vereadores votaram pela leitura do processo. Como houve empate, o voto do presidente decidiu pela leitura. O relatório possui 500 páginas.

Além disso, Thelma está sendo acusada de outras irregularidades, como o atraso do envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual 2019, desvio de finalidade de verbas de suprimento e falta de respostas às solicitações feitas pela Câmara Municipal.

G1 MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta