Home Cidades Uma das cidades mais quentes do país, Cuiabá tem apenas 20% dos...

Uma das cidades mais quentes do país, Cuiabá tem apenas 20% dos ônibus com ar-condicionado

0

Em média, cerca de 200 mil pessoas usam o transporte coletivo na capital diariamente.

Dos 360 ônibus coletivos que operam em Cuiabá, apenas 20% possuem ar-condicionado, segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Ao todo, 75 são climatizados.

O número não condiz com calor registrado com frequência na capital. A temperatura média é 36º C, mas a sensação térmica fica acima de 40º C.

O G1 andou em alguns ônibus pela cidade e notou algumas cenas comuns, como a de passageiros se abanando com a própria mão e até usando panfletos adquiridos na rua como leque para aliviar o calor, e motoristas enxugando o suor com uma toalhinha de rosto que fica sempre à mão.

Em média, cerca de 200 mil pessoas usam o transporte coletivo diariamente na cidade. São disponibilizadas 83 linhas de ônibus.

Segundo os usuários do transporte coletivo, o calor é rotineiro e a climatização dos ônibus poderia amenizar o desconforto.

A falta do equipamento que refrigera o ambiente não é o único transtorno causado aos passageiros. A precariedade também incomoda.

Climatização em Várzea Grande

Em Várzea Grande, região metropolitana, circulam diariamente 134 ônibus e, destes, 61 possuem ar-condicionado. Em junho deste ano, foram adquiridos 20 novos veículos, que já estão em funcionamento.

Em junho, nos dias úteis, 71.056 passageiros usaram o transporte público em Várzea Grande, sendo que em alguns dias o número aumentou, chegando a aproximadamente 90 mil passageiros.

O percurso entre Cuiabá e Várzea Grande são feitas por 35 linhas de transporte intermunicipal.

A higienização do ar-condicionado dos ônibus é feita em escalas de dias. O período pode variar entre 20 e 30 dias de intervalo. Os aparelhos recebem a manutenção pela própria empresa, que é terceirizada. A empresa apresenta relatórios dos serviços prestados.

Todos os ônibus que circulam pela região metropolitana possuem acessibilidade. Os veículos são equipados com elevadores próprios para cadeirantes e sistema de monitoramento com câmeras de segurança.

G1 MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta